Retalhos e Farrapos: A metamorfose de Gonçalves: os cubanos  (Hélio Nguane)

 

PORTE fino, à distância, percebem-se os quilómetros que separam aquele indivíduo branco, de fato preto, óculos pretos, sapatos pretos, gravata preta e uma camisa branca só para contrastar. Perfume caro, do carro, com vidros fumados, entreabertos, é possível fumar a fragrância requintada deste jovem empresário.

Charuto entre os dedos, os lábios mordem o cubano, com a mesma raiva de americanos frios e vingativos. Prova lento, deixa a fumaça adensar-lhe o pensamento. Hoje saiu só, não quis motorista, não quer negociadores, conhecer a fonte que empacota o seu prazer é o principal objectivo.

Vai lento, quase que causa engarrafamento. Baixa o vidro, deixa as cinzas do charuto conhecerem o asfalto da cidade de Maputo. Coloca uma música para ambientar, é selectivo, seu ouvido não escuta qualquer artista. Já gostou de música erudita, mas hoje é mais rebelde, balança a cabeça ao som da música de António Variações.

Os bisavós são de Viseu, o pai rebelde proclamou-se moçambicano. O registo confirma. Então, Gonçalves é filho de moçambicanos. Não sabe falar, mas entende todos os insultos em ronga e changana. Responde mal a quem tenta lhe ofender.

A viagem já vai longa, saiu de um dos prédios da Polana-Cimento “A” para uma parte desconhecida da cidade. Não pensou em vias alternativas, ficou mais de meia hora a andar em círculos, mas está tranquilo, pois combustível é dos seus problemas o menor. Pára na Avenida Joaquim Chissano, repara para a Praça da OMM enquanto abastece o veículo.

De fora, repara estudantes universitários metralharem fotografias, selfs, à distância, todos querem ter aquele carro que só vêem em revistas. Não é um veículo qualquer, é o último lançamento, em África, contam-se os empresários que têm na garagem aquela prova de que a engenharia automóvel se supera a cada ano.

Desce lento, desvia pela Avenida Acordo de Lusaka. Olha para o lado esquerdo e vê a pobreza  tranquila, a demonstrar que tem seguidores. Chega no semáforo e repara para o lado direito, tira a caixa de cubanos pronto para fumar mais um.

Um transeunte atravessa rápido, bate o vidro do empresário, que berra por ver aquelas mãos sujas a tocarem o seu carro. Olha para a esquerda e repara que outro miúdo corre, veloz e habilidoso levou a caixa dos charutos cubanos e caminha em direcção à Praça da Paz.

Solta uns insultos, fica vermelho, sua, tira o lencinho e limpa as gotas de água que escorrem no rosto. O carro anda mais alguns metros, faz um ângulo matematicamente correcto e já está na Marian Nguambi. Olha para a direita e vê meia dúzia de prédios que clamam por tinta.

Olha para as instruções do motorista, o negociador, o testa de ferro, que todas as quintas se arrisca, entra no bairro para satisfazer os desejos do patrão. Olha para a rua principal, percebe que são escassos os locais para estacionar e continua a andar. Desvia pela primeira rua depois da principal e estaciona o carro. Sai do veículo, o sapato caro pisa o chão. Anda lento e com ritmo até chegar a rua principal.

Endurece a expressão facial, olha para o cenário. Por instantes se sente na série “walk and dead”, pensa em regressar, não consegue visionar tantos mortos vivos juntos. Desvia no primeiro beco, vê uma panela enorme de sopa a servir famintos em vida.

Ignora tudo e entra na casa. Pede para falar com o chefe máximo do local e todos apontam uma senhora de meia idade. Estranha, pois a maioria dos filmes de narcotráfico são executados por vilões e não donas de casa, com capulanas e lenços amarados.

Senta com a senhora, pede o que lhe trouxe ao local. O filho da senhora prontamente traz e lhe serve. Instantes depois, para celebrarem a venda, o filho da “chefona” corre, entra na casa e traz uma caixa. Tira dois,  charutos cubanos, corta as pontas e serve o convidado.

Perplexo, fuma os charutos que lhe foram roubados há pouco. Respira a fumaça e curte o momento. A vida é um ciclo.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction