VOU repetir aqui as palavras de um certo estadista norte-americano que se virou para os seus compatriotas e disse: enriqueçam. E os americanos não se pouparam, pegaram no martelo e escopro, transpiraram até às estopinhas e construíram aquele império que todos nós conhecemos. Mas as mesmas palavras repetidas pelo nosso Presidente Filipe Nyusi aos moçambicanos, numa das suas recentes visitas às províncias, ganham o sentido preverso. Ou seja, há compatriotas nossos que encheram, e continuam a encher os seus cofres com o sangue do povo. E o que resta desse mesmo povo sugado e humilhado, é a miséria. É aí onde está a diferença entre o que se passa nos Estados Unidos da América e o que acontece em Moçambique.

Nunca nos cansaremos, repito, nunca nos cansaremos de nos atirar contra os corruptos que se estendem em cadeia desde o topo, contaminando a juventude que já foi apelidada de geração da viragem. E Filipe Couto perguntava: essa juventude virou para esquerda ou para a direita? Ou capotou!? E o meu receio é que a esperança que reside nesta geração esteja a ser comprometida, porque muitos pensam no dinheiro como primordial, nem que esse dinheiro tenha que vir do ilícito. Aliás, já está mais do que provado que no nosso país, infelizmente, muita opulência provém do duvidoso.

Há uma clara obsessão pela ostentação. Isso começa pelas coisas pequenas como telefones celulares, onde a miudagem luta com todas as armas que tem para obter um aparelho de comunicação topo de gama. E pensa que isso é que lhe dá status. Na cidade de Maputo o escândalo das viaturas de luxo em mãos de alguns moçambicanos é indisfarçável. A procissão de fatos da alta costura nos dirigentes e deputados escolhidos pelo povo, deixam nitidamente transparecer a falta de humildade. E onde há falta de humildade, anda perto a arrogância, a desonestidade e outras tantas mazelas. Infelizmente é o que está acontecer no nosso país. Ressalvando poucas excepeções em que temos ainda dirigentes com integridade moral e  honestidade como sua bandeira.

Agora vem o regabofe dos Mercedes Benz distribuidos aos membros da Comissão Permante da Assembleia da República. São dezoito viaturas que custaram aos cofres do Estado um sacrifício pecuniário que  Rogério Nkomo, Director Nacional do Orçamento no Ministério da Finanças, considera insignificante. Estas palavras de Nkomo só podem transmitir o desprezo total pelo clamor do povo que é transportado de My Love em pleno século XXI, ainda por cima numa metrópole como Maputo. Pessoalmente acho que Nkomo devia aprender a comunicar com respeito como porta-voz de uma instituição sustentada pelos impostos do povo moçambicano.

O ilustre Alfredo Gamito também faz o coro desta orquestra que pelos vistos, mandou passear o povo, porque quando fala de dar dignidade com um mercedes, não sabemos a que ele se refere, numa situação em que a prioridade é combater a pobreza. Dignidade para meia dúzia de indivíduos quando a maioria é transportada em carrinhas como gado?

Ė que a missão dos deputados é servir o povo, ajudando esse mesmo povo a alcançar bons e melhores resultados na produção para que a fome seja esmagada de uma vez por todas.

Os nossos ilustres mandatários do povo, e outros colocados no topo do Governo,  deviam se inspirar em dirigentes de países que têm o povo como mote do seu trabalho. E exemplos aqui perto não nos faltam, falamos só para ilustrar, da Tanzania e do Botswana, para além do longíncuo Uruguai. Porque o que está acontecer no meu país, é uma pouca vergonha.

Só para terminar: se quiserem estar do lado do povo que vos escolheu, então devolvam os mercedes ou, melhor ainda, transformem-nos em autocarros públicos para a grande maioria dos moçambicanos.

A Luta Continua!

Alfredo Macaringue

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00