O MPLA e a Frelimo, partidos no poder em Angola e Moçambique respectivamente, manifestaram hoje, em Maputo a sua disposição de reforçar a cooperação entre ambas as formações políticas e povos.

Esta vontade foi expressa no término de uma audiência concedida pelo Secretário-geral da Frelimo, Eliseu Machava, ao vice-Presidente do MPLA, João Lourenço, que se encontra a efectuar uma visita de um dia a Moçambique.

Falando à Imprensa no fim do encontro, João Lourenço que também ocupa o cargo de Ministro da Defesa é o candidato do MPLA a Presidente da República nas eleições agendadas para Agosto próximo.

Disse ser portador de uma mensagem do Presidente angolano, José Eduardo dos Santos para o seu homólogo moçambicano, Filipe Nyusi.

A audiência, segundo Lourenço, também serviu para passar em revista a situação geral de ambos os partidos e países, bem como para manifestar a solidariedade do MPLA às vítimas do ciclone DINEO que, em Fevereiro último, fustigou a região sul de Moçambique, particularmente a província de Inhambane, onde destruiu várias infra-estruturas.
“Aliás, este assunto foi tema de debate ontem, na Suazilândia, na reunião da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) tendo em conta que estes fenómenos estão a ocorrer de forma cíclica não só em Moçambique, mas também noutros países da região”, disse Lourenço.

Reiterou que Angola vai continuar a trabalhar para manter e reforçar os laços de amizade cooperação e solidariedade com Moçambique.

“Os malandros estão unidos e não dormem. Dia e noite estão a pensar sobre como roubar a Frelimo e ao MPLA. É preciso que não deixemos perder as conquistas alcançadas com muito sacrifício. Por isso, é preciso consolidá-las”, disse João Lourenço.

Angola, segundo Lourenço, tem acompanhado os esforços do Presidente Nyusi, na busca de uma paz efectiva em Moçambique. “Estamos convictos de que com a sabedoria da Frelimo o povo vai encontrar o caminho certo para alcançar este desiderato”.

“Moçambique e Angola têm a missão comum de manter a soberania e a estabilidade nos dois países. Lamentamos que Moçambique esteja a registar alguma instabilidade, mas acreditamos que com sabedoria vai alcançar a paz e estabilidade necessárias para o desenvolvimento e bem-estar do povo”, disse.

Referiu para que as eleições em Angola sejam um sucesso o Governo está a trabalhar com a Comissão Nacional de Eleições e com os partidos políticos.

Na ocasião, o Secretário-geral da Frelimo, Eliseu Machava, disse que a Frelimo e o MPLA são irmãos e trabalham para criar o bem-estar nos seus respectivos países.

Para o efeito, ambos os partidos têm estado em contacto permanente, para a busca de soluções dos problemas que afligem seus povos.

“Temos uma linha de trabalho e responsabilidades. Por isso, juntos temos que encontrar o caminho para o alcance dos nossos objectivos”, disse.

Segundo Machava, para a Frelimo o candidato do MPLA a Presidência da República também é seu candidato. Por isso, a Frelimo apoia o candidato do MPLA para que continue a dirigir os destinos do povo angolano.

(AIM)

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 21 Julho 2017
Há pelo menos duas sensações com que se fica, lendo as conclusões e recomendações da última missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) a Moçambique, no final de uma visita de pouco mais de uma semana. Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
NACALA-À-VELHA: A rota dos grandes investimentos
Quinta, 20 Julho 2017
DUAS novas centrais para conversão de gás natural em energia eléctrica, com potência estimada em 400 megawatts cada vão ser construídas no distrito de Nacala-à-Velha, facto que coloca novamente esta região, da província de Nampula, na órbita de grandes investimentos, depois da construção e... Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quizenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,16 61,29
ZAR 4,58 4,67
EUR 68,75 70,04

17.07.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

Has no content to show!

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2405 visitantes em linha