O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, disse hoje num comício popular no distrito de Sanga, que está numa fase avançada o plano de instalação de várias infra-estruturas, nomeadamente, uma central eléctrica para o fornecimento de electricidade à província do Niassa, a construção de estradas e sistema de abastecimento de água.

Filipe Nyusi que falava no início da sua visita de trabalho de três dias a esta província, anunciou ainda o início da circulação de um comboio de mercadorias, um acto marcado para 16 de Junho corrente, o que vai dinamizar o transporte de diversos produtos e trocas comerciais.

A partir do dia 16 de Junho começa a circulação do comboio de mercadoria e vai praticar preços bonificados para o transporte de vários produtos, este meio vai estimular o transporte da produção para Nacala e facilitar as trocas comerciais.

O estadista prometeu ainda a construção de estradas, principalmente a rodovia Lichinga-Cuamba, que vai dinamizar o desenvolvimento da mais extensa província do país.

O Chefe de Estado elogiou os esforços da população do Niassa no desenvolvimento e apelou a que incremente a produção agrícola,para garantir a segurança alimentar e aumentar a produção para moldes industriais, com vista a tornar a província do Niassa um dos celeiros do país, pois existem condições agro-climáticas e terras para a produção agro-pecuária.

“Niassa tem capacidade de se tornar um dos celeiros da produçãoagro-pecuária”, disse Nyusi à população que participava do comício realizado hoje na localidade de Malémia, no distrito de Sanga.

“Viemos aqui a Niassa para auscultar as principais preocupações da população e em conjunto encontrarmos mecanismos de resolver e verificar o cumprimento do Plano Económico-Social da província, disse o presidente.

Esta tarde, o Chefe do estado moçambicano dirige uma sessão do Governo provincial do  Niassa, alargado aos administradores e amanhã vai fazer o lançamento da primeira pedra da construção da estrada Lichinga-Cuamba, um troço com cerca de 300 quilómetros.

Versão-Impressa


Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Junho 2017
DOIS momentos marcaram esta semana o contacto entre o Banco de Moçambique e a comunicação social, nomeadamente o ponto de situação da economia nacional e os esclarecimentos à volta do processo que culminou com a venda do Banco Moza à Kuhanha –... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Mandimba faz de tudo para não passar fome
Terça, 27 Junho 2017
Há cada vez menos pessoas a se envolverem no cultivo e comercialização de tabaco, no distrito de Mandimba, província de Niassa, desânimo associado à falta de chuvas que se registou na campanha agrária passada e que provocou prejuízos enormes aos produtores. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quizenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 45,25 46,43
ZAR 4,65 4,73
EUR 67,26 68,57

28.06.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

UM dos temas mais debatidos nos últimos dias, no país, tem a ver com a ...
2017-06-28 07:45:45
UM jornal da praça publicou recentemente uma entrevista concedida pelo ...
2017-06-28 07:43:52
CONTRA as minhas próprias convicções, sou impelido a concordar ...
2017-06-27 06:45:03
ESTÁ um frio do catano. Me penetra até aos ossos, que os imagino ...
2017-06-27 06:43:12
EM 1975, eu ainda era pequeno. Com a idade que tinha, naturalmente não me ...
2017-06-26 07:35:13

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2125 visitantes em linha