O GOVERNO aprovou ontem, em mais uma sessão do Conselho de Ministros, o regulamento simplificado para o exercício de actividades económicas, com o objectivo de atrair mais investimentos e melhorar, cada vez mais, o ambiente de negócios no país.

Esta deliberação revoga o decreto número 5/2012, de 7 de Maio e também o número 1 do artigo 25 do licenciamento da actividade industrial aprovado pelo decreto número 22/2014 de 16 de Maio, na altura adoptados para abranger mais áreas de actividades, harmonizar os procedimentos, as taxas aplicáveis, competências, direitos e deveres da licença simplificada.

Sobre o novo decreto, a porta-voz do Conselho de Ministros, Ana Comoana, explicou que se pretende estabelecer o regime de licença simplificada e da certificação da mera comunicação prévia das actividades económicas que, pela sua natureza, não acarreta impactos negativos para o ambiente, para a saúde pública, segurança e para a economia em geral.

“De uma forma objectiva, pretendemos atrair mais investimentos, melhorar cada vez mais o ambiente de negócios através da simplificação de procedimentos, da redução dos prazos e dos custos para o empresariado nacional e internacional”, disse Ana Comoana.

Ela acrescentou que outro pressuposto que pesou para a aprovação deste decreto é a necessidade de estimular a inserção do sector informal para o formal no exercício destas actividades económicas.

Ana Comoana, que também é vice-ministra da Cultura e Turismo, disse que ainda ontem o Governo apreciou e aprovou o decreto que cria o Monumento e Centro de Interpretação da Matola (MOCIM).

“Trata-se de uma instituição pública, sem fins lucrativos de carácter cultural e científico que visa promover a pesquisa e salvaguardar a divulgação sobre os processos de luta dos povos moçambicano e sul-africano contra o regime do Apartheid”, acrescentou a governante.

A porta-voz do Conselho de Ministros explicou ainda que em paralelo foi aprovado o decreto que classifica esta instituição como um monumento de nível “A”, com uma dimensão histórico-cultural nacional e internacional, esperando-se, por isso, que sirva para imortalizar os feitos heróicos dos dois povos.

“Também esperamos que este seja também um centro de pesquisa e de investigação sobre a história de luta contra o regime do Apartheid na África do Sul”, afirmou.

Ainda na sessão de ontem, o Governo aprovou o regulamento da lei de audiovisual e cinema, ou seja a Lei nº 1/2017 de 06 de Janeiro. Pretende-se com este regulamento estabelecer os mecanismos de operacionalização da norma no que diz respeito aos procedimentos sobre a produção, distribuição, exibição e difusão de obras audiovisuais e cinematográficas.

O Conselho de Ministros foi igualmente informado sobre a situação actual de gestão das calamidades naturais no país e se constatou que, neste momento, não há sinais de alerta, mas as entidades competentes continuam em alerta para fazer face a qualquer contrariedade.

 

 

Versão-Impressa


Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Junho 2017
DOIS momentos marcaram esta semana o contacto entre o Banco de Moçambique e a comunicação social, nomeadamente o ponto de situação da economia nacional e os esclarecimentos à volta do processo que culminou com a venda do Banco Moza à Kuhanha –... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Mandimba faz de tudo para não passar fome
Terça, 27 Junho 2017
Há cada vez menos pessoas a se envolverem no cultivo e comercialização de tabaco, no distrito de Mandimba, província de Niassa, desânimo associado à falta de chuvas que se registou na campanha agrária passada e que provocou prejuízos enormes aos produtores. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quizenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 45,25 46,43
ZAR 4,65 4,73
EUR 67,26 68,57

28.06.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

UM dos temas mais debatidos nos últimos dias, no país, tem a ver com a ...
2017-06-28 07:45:45
UM jornal da praça publicou recentemente uma entrevista concedida pelo ...
2017-06-28 07:43:52
CONTRA as minhas próprias convicções, sou impelido a concordar ...
2017-06-27 06:45:03
ESTÁ um frio do catano. Me penetra até aos ossos, que os imagino ...
2017-06-27 06:43:12
EM 1975, eu ainda era pequeno. Com a idade que tinha, naturalmente não me ...
2017-06-26 07:35:13

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2207 visitantes em linha