O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, voltou a apelar à paciência, patriotismo e moçambicanidade na busca da paz efectiva no país, assegurando que o processo está a decorrer e que, nas próximas semanas, vai ganhar mais ímpeto.

Falando, sábado, no distrito de Morrumbene, Inhambane, num encontro com as mulheres desta província, no último dia da sua visita de trabalho de três dias, Nyusi disse que para quem está do lado de fora pode pensar que o processo não esteja a andar.

“Nas semanas que se seguem teremos que acelerar o processo para darmos os passos seguintes. Algo está a acontecer e não precisamos de fazer corta-matos, porque isso pode comprometer o processo”, afirmou.

Exemplificou que aquando do anúncio da retirada das Forças de Defesa e Segurança (FDS) das sua posições na Serra da Gorongosa, nem toda gente compreendeu o que estava a acontecer, facto agravado pela pressão “do outro lado”, disse Filipe Nyusi, acrescentando que  “gostaria que as mulheres, como transmissoras do calor de mãe, encorajassem a todos para que juntos, com patriotismo e moçambicanidade, contribuamos positivamente para a paz, pois a insegurança é repulsiva ao desenvolvimento”.

Duas comissões de especialidade que integram elementos indicados pelo Governo e pela Renamo, e um grupo de contacto, constituído pelo corpo diplomático acreditado em Maputo, trabalham em assuntos sobre descentralização e militares, no âmbito da busca da paz efectiva no país.

A comissão de descentralização tem mandato para propor projectos de legislação e até emendas constitucionais que se mostrem necessárias para viabilizar os entendimentos sobre a matéria.

Enquanto isso, a comissão para os assuntos militares trabalha nos mecanismos de monitoria da cessação das hostilidades, desmobilização, desarmamento total, reintegração e verificação do processo no terreno.

Ambas comissões são assessoradas por especialistas internacionais em matérias de descentralização e militares. 

Almiro Mazive, AIM

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 15 Dezembro 2017
A ASSEMBLEIA da República aprovou, esta semana, as propostas do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado (OE) para 2018. Trata-se de dois instrumentos importantes que vão orientar a acção governativa no próximo ano, com o intuito de... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Reinserção social em Sofala: Implementação de...
Quinta, 14 Dezembro 2017
Cerca de 14.800 combatentes registados na província central de Sofala, entre desmobilizados de defesa da soberania e democracia e veteranos da luta de libertação nacional, estão a melhorar as suas condições de vida, com a implementação, nos últimos tempos, de múltiplos projectos de reinserção social. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,55 60,70
ZAR 4,37 4,45
EUR 69,97 71,32

15.12.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ uns anos um deputado da Assembleia da República, meu amigo,  ...
2017-12-15 23:30:00
IMPLICÂNCIA sem motivos. É comum não nutrirmos simpatia por ...
2017-12-15 23:30:00
AS FESTAS!... EM boa verdade elas, sobretudo as que se avizinham, são ...
2017-12-14 23:30:00
DEFINITIVAMENTE  não sou dono do meu tempo. Nunca fui, e jamais serei. ...
2017-12-14 23:30:00
TERMINEI o último artigo manifestando pesar pelo facto de as obras de ...
2017-12-14 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1456 visitantes em linha