MOÇAMBIQUE e China assinaram ontem acordos de reforço da cooperação bilateral na área de defesa que prevêem, entre outros aspectos, o financiamento da construção de um quartel militar, cuja primeira pedra foi lançada no bairro da Matola Gare, no município da Matola.

Para além do quartel, cujo financiamento é de 60 milhões de Yuans (cerca de nove milhões de dólares americanos), a cooperação estende-se à formação de quadros para as Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e o intercâmbio entre as instituições de ensino superior militar.

A informação foi dada ontem pelo ministro da Defesa Nacional, Atanásio Salvador M’tumuke, no final da audiência concedida pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, ao ministro da Defesa da República Popular da China, Chang Wan Quann, que visita o país desde segunda-feira.

M’tumuke disse que durante a audiência foi passada em revista a cooperação bilateral entre os dois países para consolidar as relações tradicionais que datam desde o início da luta armada de libertação nacional.

Segundo o titular da pasta da Defesa Nacional, entre os aspectos recordados durante o encontro destaca-se a presença dos instrutores militares chineses em Nachingwea que, durante a luta de libertação nacional que formaram cerca de dez mil guerrilheiros da Frente de Libertação de Moçambique.

Explicou que o apoio que a China presta ao país é útil, na medida em que contribui para a manutenção do bem-estar dos cidadãos nacionais, apontando, como exemplo, a doação de bens alimentares para as vítimas da seca que nos últimos dois anos têm estado a fustigar o país.

Antes da audiência concedida pelo Chefe do Estado, foram realizadas no ministério da Defesa Nacional conversações entre a delegação ministerial nacional e da China, chefiadas pelos respectivos titulares das pastas.

“A nossa intenção é ver desenvolvidas as relações de cooperação na área de formação, infra-estruturas, logística e saúde militar, com vista a tornar as FADM mais operativas no cumprimento das suas missões”, propôs M’tumuke.

Por seu turno, o ministro da Defesa da República Popular da China, Chang Wan Quann, afirmou que os programas de cooperação em implementação resultam dos consensos alcançados entre os dois países, no âmbito da visita efectuada por Filipe Nyusi à República Popular da China, em Maio de 2016.

Com efeito, segundo disse, está garantida a continuidade da implementação dos programas e a consolidação da área de formação de quadros para as FADM, bem com intercâmbio entre as instituições de ensino superior militar.

O ministro da Defesa da República Popular da China destacou, por último, o ambiente de estabilidade e paz que se vive em Moçambique como factor preponderante para o desenvolvimento nacional.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 15 Dezembro 2017
A ASSEMBLEIA da República aprovou, esta semana, as propostas do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado (OE) para 2018. Trata-se de dois instrumentos importantes que vão orientar a acção governativa no próximo ano, com o intuito de... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Reinserção social em Sofala: Implementação de...
Quinta, 14 Dezembro 2017
Cerca de 14.800 combatentes registados na província central de Sofala, entre desmobilizados de defesa da soberania e democracia e veteranos da luta de libertação nacional, estão a melhorar as suas condições de vida, com a implementação, nos últimos tempos, de múltiplos projectos de reinserção social. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,55 60,70
ZAR 4,37 4,45
EUR 69,97 71,32

15.12.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ uns anos um deputado da Assembleia da República, meu amigo,  ...
2017-12-15 23:30:00
IMPLICÂNCIA sem motivos. É comum não nutrirmos simpatia por ...
2017-12-15 23:30:00
AS FESTAS!... EM boa verdade elas, sobretudo as que se avizinham, são ...
2017-12-14 23:30:00
DEFINITIVAMENTE  não sou dono do meu tempo. Nunca fui, e jamais serei. ...
2017-12-14 23:30:00
TERMINEI o último artigo manifestando pesar pelo facto de as obras de ...
2017-12-14 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1449 visitantes em linha