O Governo moçambicano anunciou que a pobreza urbana reduziu 11 por cento, na sequência da implementação de pouco mais de dois mil pequenos projectos de geração de renda nas áreas do comércio, pecuária e indústria, facto que permitiu a abertura de mais de 26 mil novos postos de trabalho.

Os novos empregos foram criados no âmbito da implementação do Programa Estratégico para a Redução da Pobreza Urbana (PERPU) para o ano de 2016 e, para o efeito, foram investidos cerca de 84 milhões de meticais.

Os dados foram revelados ontem, em Maputo, pela porta-voz do Governo, Ana Comoana, no fim da 26ª sessão ordinária do Conselho de Ministros.

Ela referiu que apesar das adversidades económicas que o país atravessa foi possível assegurar 60 por cento dos cerca de 140 milhões de meticais inicialmente planificados.

“Relativamente ao género, 52 por cento dos projectos beneficiaram mulheres e 48 por cento homens. Resultados acumulados desde 2011, de um financiamento global de 753 milhões de meticais, foram implementados 15 mil projectos nas diferentes áreas de actividades”, disse Ana Comoana.

Na mesma sessão, o Conselho de Ministros apreciou o reajustamento sobre a necessidade da redução em 50 por cento do índice de transmissão sexual do HIV/SIDA, no âmbito da adopção da Declaração da Política de Alto Nível sobre HIV/SIDA das Nações Unidas.

A porta-voz do Governo disse que a referida declaração está alinhada com o IV Plano Estratégico de Combate à pandemia, que prevê a redução do índice de mortalidade por esta doença, em 49 por cento até 2020.

Refira-se que o índice de prevalência nacional de HIV passou de 11,5 por cento em 2009 para 13,2 por cento em 2015.

Mediante esta situação, o Governo compromete-se a continuar a expandir os serviços de prevenção e diagnóstico do HIV, bem como aumentar o número de unidades sanitárias que oferecem o tratamento anti-retroviral.

(AIM)

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

LOCALIZADA no extremo norte da província de Cabo Delgado, fazendo fronteira ...
2017-10-22 23:30:00
FRETILIN é nome de um dos movimentos que lutaram pela independência de ...
2017-10-22 23:30:00
NA semana passada vimos mais um acto mediatizado de demolições de ...
2017-10-22 23:30:00
HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2150 visitantes em linha