A diplomacia moçambicana deve promover, através de acordos bilaterais e de comércio livre, ganhos concretos para a economia nacional, e que tenham impacto directo na vida dos cidadãos.

O repto foi lançado ontem pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, discursando na abertura do VIII Conselho Coordenador do Ministério dos Negócios Estrangeiro e Cooperação, que decorre até hoje sob o lema “A experiência e a contribuição da diplomacia moçambicana para melhor responder aos desafios e perspectivas da actual conjuntura nacional e internacional.”

Segundo visão do Chefe do Estado, a diplomacia deve trabalhar em complemento e sinergia com os países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), com a União Europeia; os Estados Unidos da América ou com parceiros da Ásia e da América Latina, como reflexo do mundo actual, orientado cada vez mais para ganhos económicos.

“Neste domínio, a apreensão de um maior número de parcerias e aprofundamento das vantagens que vão sendo geradas neste processo, devem desempenhar um papel crucial no nosso desenvolvimento. Ao nível económico, urge devolvermos a confiança dos nossos parceiros de cooperação, cujo papel temos valorizado ao longo da construção do nosso país”, explicou Filipe Nyusi.

No seu entender, com as recentes descobertas de recursos naturais e outras potencialidades económicas, Moçambique foi projectado para um campeonato de colossos, para o qual não lhe resta outra alternativa se não aprender rapidamente a dominar as regras de jogo para não sair a perder, nomeadamente, no campo da exploração do petróleo, do gás e muitas outras formas de geração de renda.

“Esta é uma empreitada que deve mobilizar as nossas missões diplomáticas e consulares junto dos países e organizações em que nos representam. Transmitam a mensagem dos esforços e medidas que o Governo tem estado a implementar para que o país se mantenha como um interlocutor fiável e credível na economia mundial. Também devem projectar, juntos dos nossos amigos e parceiros, os nossos esforços para garantir uma paz duradoira e um contínuo florescimento da democracia e do Estado de Direito. Moçambique deve continuar a manter-se como um parceiro que oferece estabilidade para o florescimento de investimento estrangeiro”, exortou o Chefe do Estado.

Na sua intervenção o Presidente Filipe Nyusi observou que a ganância e a corrupção têm o mesmo valor que os outros crimes que abalam e desestabilizam os Estados, situações que criam incertezas no futuro. Assim, segundo ele, os funcionários do MINEC, na sua qualidade natural de embaixadores de Moçambique, devem servir de exemplo no distanciamento total dos actos de corrupção nas instituições.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Fevereiro 2018
A TRAGÉDIA que se abateu sobre a cidade de Maputo, na madrugada desta segunda-feira, matando 16 pessoas e ferindo outras tantas, em consequência do deslizamento do lixo nas proximidades do aterro de Hulene, chama à atenção para a necessidade de reflectirmos sobre o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Pressão social empurra meninas para uniões...
Sexta, 23 Fevereiro 2018
Raparigas da localidade de Massaca, distrito de Boane, queixam-se da pressão social e dizem que está na origem dos casamentos prematuros. Com efeito, é-lhes dito que estando no lar vão dignificar a família e a comunidade, e muitas cedem a este conselho que as empurra para um futuro incerto. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1880 visitantes em linha