Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

AS reformas económicas introduzidas pelo Governo para a melhoria do ambiente de negócios no país foram abordadas pela presidente da Assembleia da República, Verónica Macamo Dlhovu, na Conferência Empresarial Moçambique e Portugal, que ontem teve lugar em Lisboa.

Falando na abertura do evento, que envolve empresários dos dois países, subordinada ao tema “Construir o futuro - Moçambique/Portugal”, Verónica Macamo Dlhovu
informou os presentes que hoje o país está focalizado na diplomacia económica com vista a divulgar as oportunidades de negócio e incentivos aos investimentos nos quatro sectores que o Governo moçambicano definiu como prioritários, nomeadamente agricultura, energia, turismo e infra-estruturas.

“Com vista a agregar valor à produção nacional e a diversificar a economia, constitui igualmente prioridade do Governo moçambicano a industrialização, com vista a reduzir as importações e aumentar as exportações”, frisou.

Na ocasião, a presidente da Assembleia da República convidou os empresários portugueses a encararem a conferência, que se realizou nas instalações da Caixa Geral de Depósitos, como sendo uma oportunidade para explorar as potencialidades que o país possui.

Sublinhou que a integração de empresários nacionais numa delegação parlamentar constitui uma prova dos esforços da Casa do Povo visando o combate à pobreza e do papel dos deputados na eliminação deste flagelo.

Disse que a Assembleia da República não só aprova leis que flexibilizam o exercício da actividade empresarial, como também, através da diplomacia económica, contribui para a promoção da imagem e das potencialidades económicas de Moçambique.

O presidente do Conselho de Administração do BCI e chefe da missão empresarial moçambicana que integra a delegação da Assembleia da República, em representação da CTA, Paulo Alexandre de Sousa, e Eurico Brilhante Dias, secretário de Estado português da internacionalização, manifestaram satisfação pela realização do evento e prometeram trabalhar em conjunto para o desenvolvimento de ambos países, apostando nos investimentos em pequenas e médias empresas nas zonas rurais.

Paulo de Sousa disse que, com a descoberta dos recursos naturais em Moçambique, abrem-se inúmeras oportunidades de negócio e para investimentos portugueses. Por seu turno, Eurico Dias sublinhou a importância das parcerias entre Moçambique e Portugal, indicando que o país luso pretende alargar o relacionamento económico, investindo em vários projectos.

Ainda ontem, a presidente da Assembleia da República testemunhou a apresentação do livro sobre a fiscalidade em Moçambique, da autoria de Paula Rosado Pereira, e visitou o Instituto Superior de Ciências e Tecnologias (ISCTE).

Hoje, último dia da visita oficial a Portugal, Verónica Macamo Dlhovu vai ser recebida em encontro de cortesia pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa. A presidente da Assembleia da República encontra-se em Lisboa a convite do seu homólogo português, Eduardo Ferro Rodrigues.

SALVADOR MIRRASSE, em Lisboa (Colaboração)

Sábados

TEMA DE ...

A alegoria da caverna de Platão é esclarecedora quanto ...

CLICKADAS

...

José Craveirinha, o nosso poeta maior, escreveu: “O ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction