Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

UM aplicativo móvel desenvolvido por estudantes de engenharia e informática das universidades São Tomás e Técnica de Moçambique venceu o concurso de criação de um software de gestão financeira para pequenos empreendedores.

Trata-se de uma plataforma denominada “E-Conta”, lançada quarta-feira, na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), no âmbito do programa “Capacidade Financeira das Mulheres”, da iniciativa da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE).

O software criado pelo “Grupo Mouzinho” resulta de um concurso que decorreu durante três meses e que envolveu 138 estudantes finalistas e recém-formados, divididos em 43 conjuntos, em representação de diferentes instituições de ensino superior do país.  

Destes grupos foram seleccionados os três que apresentaram os protótipos que se mostraram mais fáceis de usar por parte de indivíduos de baixa escolaridade ou pouco conhecimento em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). O primeiro classificado recebeu um prémio no valor de 125 mil meticais.  

Falando no vento, a presidente da ANJE, Juscelina Guirengane, afirmou que o empreendedorismo é a única saída sustentável para combater a pobreza, solucionar o problema de empregabilidade dos jovens e promover a equidade de género. 

Segundo Juscelina Guirengane, esta é uma solução prática não só para as mulheres, principal grupo-alvo, mas também para pequenos empreendedores que vão passar a ter acesso a uma ferramenta para melhorar a sua capacidade de gestão.

Citando um estudo daFinancial Sector Deepening-Moçambique, a fonte referiu que 56 por cento da população urbana no país não tem acesso a serviços financeiros formais, um fosso que se revela ainda maior no seio da população rural.

“A partir de já queremos desafiar as mulheres a mudarem a forma como gerem os seus negócios, passando a registar todas as despesas do mês e o dinheiro que guardam em contas bancárias no ‘E-Conta’”, disse. 

Acrescentou que usando a ferramenta, será também possível elaborar e guardar relatórios de todas as operações efectuadas, que poderão ser apresentados em instituições bancárias no caso de pedido de um empréstimo.

“Este aplicativo de gestão financeira foi concebido pensando em todos os estratos sociais, incluindo os que não têm o domínio da matéria. Com ela é até possível registar dívidas dos clientes para facilmente recuperar o investimento feito”, referiu.

Segundo o embaixador dos Estados Unidos da América, Dean Pittman, parceiro do projecto, a sustentabilidade deste aplicativo criado para alfabetização financeira de mulheres é um dos grandes ganhos desta iniciativa.    

“A ANJE decidiu identificar um banco moçambicano que pudesse patrocinar o desenvolvimento e manutenção contínua do aplicativo. Muitas vezes, quando um projecto é patrocinado pelo governo dos EUA, mesmo depois do seu fim, as organizações voltam a pedir mais financiamento, o que não aconteceu neste caso”, afirmou.  

Para Dean Pittman, o “E-Conta” é uma demonstração clara de inovação e criatividade de topo que se pode encontrar no país, em matéria de desenvolvimento de startups.  

Sábados

CLICKADAS

...

A ROTA do desenvolvimento é uma peregrinação cheia de ...

TEMA DE ...

NO princípio do ano o Conselho Municipal da Cidade de Maputo prometeu ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction