O Ministro da Defesa Nacional, Atanásio M'Tumuke, empossou na manhã de hoje, nove militares provenientes da Renamo para vários cargos, no âmbito do processo de implementação do acordo entre o Chefe de Estado e o falecido líder da Renamo.

Trata-se do Coronel Omar Nala Saranga, que assume o cargo de Director Nacional de Político de Defesa, Adriano Manuel Amade Malache, para as funções de Director de Estudos, o Brigadeiro Luciano Amândio Barbosa, para a Planificação e Projectos, o Brigadeiro Tenente Freitas Norte, que é director do Departamento de Educação Cívico Patriótica, o Brigadeiro Altino Filipe Auze, director do Departamento de Pessoal, Brigadeiro Francisco Aine Camorai, Director do Departamento de Logística e Inspector da Força Aérea, no Ministério da Defesa Nacional e no Estado-Maior General.

Foi igualmente, realizada a nomeação definitiva do Brigadeiro Xavier António, Comodoro Inácio Lúis Vaz, e Brigadeiro Araújo  Andeiro Maciacona,  para as funções de   Director do Departamento de Operações, Director do Departamento de Informações Militares e Director do Departamento de Comunicações no Estado-maior General das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM), respectivamente, as quais vinham exercendo interinamente.

A nomeação definitiva dos quadros provenientes da Renamo resulta da implementação do Memorando de Entendimento sobre Assuntos Militares, sustentado pelos avanços alcançados durante o último encontro do Grupo Técnico Conjunto de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (GTCDDR), realizado no dia 07 de Fevereiro, na Cidade da Beira.

Aos oficiais generais nomeados e empossados em definitivo para dirigirem os Departamentos do Estado-Maior General das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, pela natureza e carácter sensível das funções que vão exercer, exortamos para que cumpram as orientações e missões  superiormente emanadas e que sejam orientados pelo espírito apartidário e de respeito a Constituição da República, que é a base primária do funcionamento das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, como o tem feito até ao preciso momento.

Aconselhamos, ainda, para que sejam obedientes ao comando vertical que orienta as Forças Armadas de Defesa de Moçambique, que são na sua essência apartidárias; as Forças Armadas não vão permitir a interferência na cadeia de comando, ou seja, um comando paralelo, deixem a política com os políticos.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction