Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O papel desempenhado pela Associação Moçambique-Alemanha no apoio a diferentes sectores tem estado a complementar os esforços do Governo na implementação de programas socioeconómicos e de desenvolvimento do país. Leia mais

Comments

Quatro combatentes compõem desde ontem o novo conselho directivo do Fundo da Paz e Reconciliação Nacional, acto que resulta da revisão pontual do Decreto 72/2014, de 5 de Dezembro, que altera alguns pressupostos relativos à natureza jurídica da instituição. Leia mais

Comments

Os ministros que dirigem a diplomacia de Moçambique e de Angola encontram-se hoje, em Maputo, para um encontro em que vão debater a cooperação entre os dois países, anunciou hoje fonte oficial.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, José Pacheco, e o das Relações Exteriores de Angola, Manuel Domingos Augusto, vão analisar ainda as relações no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) a que ambos pertencem.

"O encontro decorre no quadro da visita que o governante angolano efectua a Moçambique" e que decorre até domingo, em resposta ao convite do seu homólogo moçambicano, de acordo com um comunicado distribuído à imprensa.

A reunião entre José Pacheco e Manuel Domingos Augusto está marcada para as 15:00 horas.

Moçambique pretende desenvolver "muito mais" a cooperação económica bilateral com Angola, com o objectivo de aumentar as trocas comerciais, e a cooperação nas áreas de energia e minas é uma das prioridades, anunciou a nova embaixadora moçambicana em Luanda, Maria Helena Taipo, há duas semanas, depois de apresentar as suas cartas credenciais.

Comments

O Presidente do Botswana, que cumpre hoje o terceiro dia de visita a Moçambique, elogiou, ontem, o ambiente de paz e de convivência democrática que se vive no país, considerando salutar que os moçambicanos estejam de bem uns com os outros.

Mokgweetsi Masisi falou ontem a jornalistas em Maputo no final da visita de cortesia que prestou à Presidente da Assembleia da República, Verónica Macamo, no âmbito da sua visita estado a Moçambique.

Na ocasião, Masisi disse que o ambiente de paz e a democracia que se vivem em Moçambique são condimentos essenciais para catapultar o desenvolvimento do país, levando ao bem-estar da população.

Por seu turno, Verónica Macamo disse que a visita do estadista do Botswana ao Parlamento é um indicador de que aquele país se interessa em trabalhar lado-a-lado com Moçambique na construção de uma agenda comum de desenvolvimento.

Segundo ela, o interesse do Botswana em fazer negócios com Moçambique demonstra a vontade de reforçar as relações de cooperação e amizade, e o fim de catapultar o relacionamento para outros patamares.

“As áreas escolhidas pelo Botswana, nomeadamente agricultura, turismo, transportes e comunicações, infra-estruturas vão trazer desenvolvimento e melhores condições de vida para as populações dos dois países”, salientou a Presidente do Parlamento.

Agradeceu o apoio de Gaberone ao processo de paz em Moçambique, afirmando que a contribuição daquele país, enquanto membro do grupo de contacto, é um marco a ter conta e demonstra a profundidade das relações bilaterais.

Comments

O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, agradeceu quarta-feira o seu homólogo do Botswana, Mokgweetsi Masisi, pela participação do seu país no diálogo político entre o Governo e a Renamo.

O agradecimento foi expresso no banquete de Estado que Nyusi ofereceu na noite de quarta-feira ao Presidente do Botswana, por ocasião da visita de Estado que efectua a Moçambique.

O Botswana faz parte do Grupo Internacional de Contacto de apoio ao diálogo para a paz.

Na ocasião, o Presidente da República referiu-se às recentes reformas legais, destacando a revisão da Constituição que trouxe uma nova forma de participação democrática dos cidadãos no processo de desenvolvimento do país.

Filipe Nyusi destacou a estabilidade política de que ambos países gozam como factor preponderante para o alcance dos projectos de desenvolvimento. Disse que Moçambique está apto para desenvolver uma cooperação económica mais profícua com o Botswana, de modo a atingir o mesmo estágio de cooperação política. 

Para a concretização deste objectivo, o Presidente da República defendeu que os dois países devem criar as condições favoráveis para uma maior cooperação entre a classe empresarial, apontando como principais áreas de investimento a agricultura, pecuária, transportes e comunicações, turismo, mineração e energia.

O Chefe do Estado disse ser necessário despertar a capacidade dos empreendedores para transformar os recursos existentes nos dois países em benefício dos respectivos cidadãos.

“Nós, em Moçambique, estamos prontos para embarcar com total abertura e em parceria com o governo do Botswana, num novo rumo, escrevendo, mediante projectos e programas concretos, páginas de honra e glória da nossa cooperação”, afirmou.

Sobre o exemplo de democracia que o Botswana continua a demonstrar ao mundo inteiro e, particularmente na região austral, o Presidente da República sublinhou que constitui uma prova de que é um modelo viável.

“Notamos com a esperança que, desde a vossa tomada de posse como Presidente da República do Botswana, a 1 de Abril de 2018, o Senhor Presidente tem-se esmerado numa forma de estar na governação, que poderá permitir que o Botswana faça um salto qualitativo rumo ao progresso e desenvolvimento que o transforme numa nação cada vez mais forte”, vincou.

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction