UM grupo de 23 operadores florestais da província de Cabo Delgado, entre concessionários e de licenças simples, encontra-se em desespero, pelo facto de ainda aguardarem pelo despacho dos respectivos pedidos de licenciamentos submetidos ao gabinete da governadora provincial.

O desespero justifica-se pelo facto de, apesar de a campanha de exploração florestal referente ao presente ano ter iniciado em Julho, em todo o país, o mesmo ainda não ter acontecido ao nível da província de Cabo Delgado, não se sabendo quando é que isso deverá ocorrer.

Aqueles operadores madeireiros voltaram a insistir no facto de que a demora da concessão de autorização para o início das actividades de exploração florestal estar a prejudicar-lhes por, alegadamente, as suas empresas estarem a somar prejuízos, decorrentes do pagamento de salários aos trabalhadores que, entretanto, estão simplesmente sentados em suas casas, para além deles mesmos que não podem cumprir outras obrigações com as entidades fiscais.

Sobre o assunto, o director provincial de Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Arlindo Dgedge, alegou que acabava de assumir a pasta, daí que ainda não estava inteirado a cerca daquele e outros “dossiers” da instituição. Contudo, disse ter conhecimento de que os processos estão a seguir os respectivos trâmites.

Porque os madeireiros sustentam que os pedidos estão na secretária da governadora, o chefe do gabinete, Casimiro Calope, respondeu, dizendo que não sabia de nada.

Segundo ele, todo o expediente que entra na repartição para ser autorizado pela governadora, sempre é encaminha a ela, razão pela qual não tinha autoridade para falar sobre o estágio dos tais documentos.

Em contacto telefónico, o assessor do ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Amílcar Pereira, reconheceu que, de facto, há demora no despacho dos pedidos de licenciamento.

O chefe dos Serviços Provinciais de Florestas de Cabo Delgado, Reinaldo Germano, disse ao nosso Jornal que para este ano os madeireiros tramitaram 38 pedidos de licenças de concessão e igual número de licenças simples.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00