A DIRECÇÃO Provincial dos Recursos Minerais e Energia (DIPREME), em Cabo Delgado, confirma a entrada da companhia Suni Resources SA, subsidiária do grupo Baterry Mineral Group, da Austrália, no negócio de exploração de grafite, desta feita no distrito de Montepuez, elevando para quatro o número de empresas que actualmente participam do processo de prospecção e exploração daquele minério.

Com efeito, para além da Suni Resources SA, está em Cabo Delgado a GK Ancuabe Graphite Mine SA, uma subsidiária da AMG Advanced Metalurgical Group, que explora aquele minério em Ancuabe, a Twigg Exploration and Mining Limitada, subsidiária da Syrah Resources, que a partir deste trimestre poderá iniciar as actividades no distrito de Balama, e a Grafex Lda, subsidiária da Triton Mineral Lmited, que ainda está na fase pré-viabilidade ambiental e que, segundo o cronograma da empresa, poderá iniciar actividades em 2019.

Segundo apurámos do director provincial dos Recursos Minerais e Energia de Cabo Delgado, Ramiro Nguiraze, as pesquisas feitas pela Suni Resources SA, na área de licença (numa extensão de 12.500 hectares), demostraram a existência de grandes quantidades de grafite.

“Neste momento falta apenas a quantificação dos jazigos, tempo útil de vida da mina, entre outras informações técnicas que, posteriormente, vão determinar aquilo que será o volume anual de produção e as necessidades em termos de mão-de-obra”, explicou Nguiraze.

A concessão da Suni Resources SA fica localizada no distrito de Montepuez, na região de Mirate, próximo dos depósitos de grafite da Syrah Resources.

Na próxima semana, mais concretamente nos dias 27 e 28 de Setembro, aquela empresa promove, no distrito de Montepuez, mais concretamente na sede do distrito e comunidade de Nquenene, reuniões de consulta pública de apresentação do Estudo de Impacto Ambiental (AIAS), que terá a participação das comunidades, membros do Governo do distrito, das organizações da sociedade civil, entre outros interessados.

Entre outras implicações negativas, embora se garanta serem mitigáveis, decorrentes da implementação do projecto, constantes do resumo técnico de AIAS realizado por uma empresa de consultoria contratada para o efeito, consta o relacionado com o fluxo de água do rio Messalo, principal fonte de captação do precioso líquido, imprescindível para funcionamento de uma unidade de processamento de grafite, entre outros sobre os recursos faunísticos.

Assane Issa

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

LOCALIZADA no extremo norte da província de Cabo Delgado, fazendo fronteira ...
2017-10-22 23:30:00
FRETILIN é nome de um dos movimentos que lutaram pela independência de ...
2017-10-22 23:30:00
NA semana passada vimos mais um acto mediatizado de demolições de ...
2017-10-22 23:30:00