Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

Opinião

Politica

A COMISSÃO Nacional de Eleições de Moçambique (CNE) está a analisar o caso de quatro cidadãos na lista de candidatos às eleições ...

terça, 21 agosto 2018
Leia +

Economia

A Autoridade Tributária (AT) de Moçambique anunciou, recentemente, a criação de uma equipa que vai fazer um estudo para avaliar a possibilidade da redução do ...

quinta, 16 agosto 2018
Read more
Pub
SN

Desporto

UM misto de celebração e de projecção para o “Mundial” é o estado de espírito que neste momento ladeia as basquetistas nacionais de Sub-18, que ...

terça, 21 agosto 2018
Leia +

Nacional

Uma mesa redonda de promoção de investimentos Moçambique-China, realiza-se no próximo dia 2 de Setembro do ano em curso, em Beijing, segundo revelou ao Noticias Online, ...

terça, 21 agosto 2018
Leia +

A PROVÍNCIA de GAZA está a divulgar um conjunto de medidas e estratégias ao nível dos distritos, visando reduzir novos casos de infecções sexualmente transmissíveis, incluindo o HIV-SIDA.

Dados apresentados pelo coordenador do Núcleo Provincial de Combate ao HIV em Gaza, Rogério Moreira, referem que nos últimos dois meses, as raparigas com idade entre 15 e 24 anos, tiveram entre dois namorados ou mais, e apenas 16.9% delas usaram o preservativo e 83.1% não chegaram a usá-lo.

Quanto aos rapazes, os índices de envolvimento com pararigas e sem uso do preservativo mostram-se mais elevados.

Em relação aos adultos, Rogério Moreira apontou como principais factores de risco e de vulnerabilidade ao HIV, o fraco uso do preservativo, a prática da purificação da viúva ou viúvo, através das relações sexuais desprotegidas.

Entre os adultos está igualmente o fraco poder de decisão da mulher na negociação do sexo, a poligamia aberta e a fraca prática da circuncisão masculina em alguns pontos da província, e a fraca informação e divulgação de matérias sobre o uso de métodos contraceptivos.

Por seu turno, Victor Chivure, chefe do Departamento Provincial de Saúde Pública, na Direcção Provincial de Saúde em Gaza, disse que, continua preocupante o número de raparigas que se casam antes dos 15 anos, cuja percentagem, está fixada em 14.3%, contribuindo para que uma em cada duas mortes nesta faixa etária, seja por motivos de parto.  

Ele explicou que a taxa de gravidez na adolescência é de 46.4%, segundo um estudo realizado em 2015, o que impõe aos Serviços Amigos de Adolescentes e Jovens, (SAAJ) a realização de mais consultas pré-natais e de gravidez, ao invés da missão para que foram concebidos, de apoio psico-social e aconselhamento.

Nas sessões realizadas em Chongoene e Mandlakazi, os participantes foram unânimes em afirmar que de algum modo, o machismo com que alguns pais tratam seus filhos quando engravidam uma rapariga, contribui negativamente na formação e educação dos menores à medida que incentiva a continuidade desta prática na família e na sociedade.

ABDUL SICÂNDAR

Sábados

...

TEMOS dito muitas vezes, aqui, que continuam enganados aqueles que pregam o ...

TEMA DE ...

O RESPEITO pelo bom profissional de saúde, reconhecendo publicamente ...

CLICKADAS

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction