Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

Opinião

Politica

A ASSEMBLEIA da República aprovou ontem, por consenso e em definitivo, o Código do Registo Civil e a resolução que ratifica o Tratado sobre o Comércio de Armas.

sexta, 25 maio 2018
Leia +

Economia

PRESIDENTE da República, Filipe Jacinto Nyusi, testemunhou ontem ao lançamento da primeira pedra para a construção da primeira instituição bancária na ...

quarta, 23 maio 2018
Read more
Pub
SN

Desporto

TREINADORES e jogadores da Selecção Nacional de Futebol, “Mambas”, pretendem estrear-se no torneio COSAFA com uma vitória contra a sua congénere do ...

quinta, 24 maio 2018
Leia +

Nacional

AS obras de construção da Escola Secundária do Distrito de Zumbu, a primeira deste nível neste ponto da província de Tete, deverão estar concluídas no ...

quinta, 24 maio 2018
Leia +

A HCB não prevê abrir os descarregadores da barragem na presente época chuvosa, a menos que a quantidade de precipitação conduza a níveis aceitáveis de armazenamento de água, ao contrário do que acontece actualmente.  

Gustavo Jessen, hidrologista da HCB, disse ao “Notícias” que, actualmente, o nível de armazenamento de água na albufeira é de acerca de 30 mil milhões de metros cúbicos contra os 52 mil milhões de metros cúbicos da sua capacidade ideal.

Com a abertura de comportas fora de hipótese, as zonas à jusante da Hidroeléctrica da Cahora Bassa poderão estar menos propensos a cheias, embora persistam riscos de inundações devido à precipitação que se faz sentir e aos caudais de alguns afluentes do Zambeze.

A ideia, ao manter fechadas as comportas, é melhorar o encaixe de água na albufeira, cuja cota para a produção de energia está abaixo do desejado em cerca de quatro metros.

 “O nível de água na albufeira está bastante baixo e por isso para medidas de encaixe e contenção, este ano, novamente, não vamos abrir as comportas, salvo em situação, completamente fora de normal que possa ocorrer’’, assegurou Gustavo Jessen.

Baseando-se nas previsões meteorológicas, a fonte indicou que este ano, a precipitação esperada ao longo de toda a bacia do Zambeze, durante os meses de Fevereiro e Março será acima de normal.

Este facto vai contribuir para a recuperação do armazenamento de água suficiente para o melhoramento da qualidade de produção da HCB.

“Neste momento as comportas da barragem da HCB estão fechadas porque a albufeira não tem água suficiente e se usarmos demasiadamente incorrermos em outras situações não agradáveis no empreendimento quer na produção de energia como na segurança do paredão da barragem”, explicou o hidrologista.

Gustavo Jessen admitiu que, em caso de muita chuva e de elevação da capacidade de encaixe na albufeira, a empresa será obrigada a efectuar algumas manobras operacionais que consistirão em descargas consecutivas para se evitar que a água galgue o paredão da barragem.

Caso a seca se prolongue entre os meses de Fevereiro e Março deste ano, o Conselho de Administração da empresa, será obrigada a efectuar uma replanificaçao das suas acções de acordo com a disponibilidade de água.

Sábados

CLICKADAS

...

A ROTA do desenvolvimento é uma peregrinação cheia de ...

TEMA DE ...

NO princípio do ano o Conselho Municipal da Cidade de Maputo prometeu ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction