Opinião

Politica

O Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Pacheco, defende que a decisão das autoridades sul-africanas de extraditar o antigo ministro das ...

quinta, 23 maio 2019
Leia +

Nacional

A taxa de cobertura de abastecimento de água potável na província de Tete situa-se em 53.5 porcento, percentagem conseguida com aconstrução, no quinquénio ...

quarta, 22 maio 2019
Leia +

Desporto

A SELECÇÃO Nacional de Futebol parte esta manhã, pelas 9.00 horas, com destino à cidade sul-africana de Durban, onde irá disputar a edição 2019 do ...

quarta, 22 maio 2019
Leia +

Beira

O CONSELHO Autárquico da Beira reconhece fragilidades na recolha e tratamento de resíduos sólidos na capital provincial de Sofala. Este posicionamento foi assumido, há ...

quarta, 22 maio 2019
Leia +
Pub
SN

Economia

Moçambique deverá receber cerca de 95 mil milhões de dólares nos próximos 25 anos em receitas provenientes dos investimentos das multinacionais na ...

quinta, 23 maio 2019
Read more

Tecnologias

O país espera concluir, até Maio de 2020, a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas e a Identificação e Mapeamento de Áreas-chave para a Biodiversidade ...

quinta, 23 maio 2019
Leia +

A UNIÃO Europeia (UE) vai contribuir com 44.5 milhões de euros para financiar projectos e programas a serem desenvolvidos no país, nas áreas de energia e mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

Trata-se de um financiamento não reembolsável e constitui parte dos recursos alocados através do Fundo Europeu de Desenvolvimento, para o Programa da Cooperação Bilateral no período 2014-2020.

Ontem, o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Pacheco, e o embaixador da União Europeia em Moçambique, Sven Kühn Von Burgsdorff, assinaram, em Maputo, quatro instrumentos jurídicos que formalizam a promessa do apoio.

Com o valor serão financiados projectos e programas no sector de energia; gestão das finanças públicas; apoio à mitigação e adaptação às mudanças climáticas, e a actores não estatais.

Falando na ocasião, José Pacheco disse que este montante é parte dos recursos disponibilizados por aquele grupo de países, previstos para a assistência a Moçambique, no quadro do Programa Indicativo Nacional (PIN).

O programa contempla ainda o financiamento de outros sectores socioeconómicos prioritários neste ciclo de governação e estruturantes para a economia, nomeadamente a agricultura, infra-estruturas, energia e turismo.

“Estamos confiantes que as áreas de abastecimento de água, mitigação dos efeitos das mudanças climáticas e assistência social às camadas populacionais mais vulneráveis serão igualmente contempladas no quadro desta abertura da União Europeia”, disse.

Segundo Pacheco, o Governo fará tudo ao seu alcance para que esta parceria prevaleça e domine a cooperação, particularmente na preservação dos ganhos da actual parceria a nível dos Programas Indicativos Nacionais.

O valor de 44.5 milhões de euros será distribuído para financiar projectos como o apoio institucional ao sector de energia, com 10.5, apoio à gestão das finanças públicas, com sete, apoio para mitigação e adaptação às mudanças climáticas, com cinco, e apoio aos actores não estatais II, com 22 milhões de euros.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction