NO dia 1 de Abril, data em que o mundo comemora o Dia da Mentira, os amantes do estilo musical gospel poderão assistir a um concerto da banda sul-africana Joyous Celebration, a ter lugar no Estádio Nacional do Zimpeto, na capital do país.

O espectáculo vai movimentar perto de 60 artistas de quatro países africanos, nomeadamente África do Sul, Nigéria, Senegal e Zimbabwe, e uma vasta lista de convidados moçambicanos.

Jabu Hlongwane, líder e porta-voz do Joyous Celebration, disse que está é a primeira vez que o grupo escala Moçambique e esta digressão tem três objectivos, proporcionar alegria aos “filhos de Deus” através da música de adoração, caçar talentos e experiências de Moçambique.

Explicou ainda que neste concerto, para além do canto e dança, pretende-se ainda contribuir para a mudança de comportamento de algumas pessoas.

“Nós vamos investir na parte técnica e financeira para os moçambicanos com talento de fazer música de alma melhorarem as suas performances. Sabemos que há muita gente com talento invejável para o estilo gospel, mas que está ofuscado por falta de financiamento”, disse Hlongwane.

Acrescentou que o Joyous Celebration forma profissionalmente os artistas e oferece emprego e, segundo disse, tal como esta ainda não existe uma banda em África com mais de 50 integrantes.

Vangloriou-se do facto de o grupo estar bastante organizado, de tal forma a que até os uniformes dos seus membros são produzidos por modistas e estilistas membros da banda.

Hlongwane referiu que em Dezembro do ano passado o grupo levou mais de 75 integrantes para a gravação do 21.º disco, na cidade de Texas, nos Estados Unidos da América.

ORIGEM DO JOYOUS CELEBRATION

Joyous Celebration foi fundado em 1994, pelos amigos Jabu Hlongwane, Lindelani Mkhize e Mthunzi Namba,em Kwazulu Natal, na África do Sul, com o objectivo de fazer actuação musical para celebração da democracia naquele país, que passou mais de 40 anos sob vigência de um sistema de segregação racial, o “apartheid”.

O “apartheid” era um regime segregacionista que negava aos negros da África do Sul os direitos sociais, económicos e políticos. Proibia casamentos entre brancos e negros, circulação de negros em determinadas áreas das cidades, criou bairros só para negros e interditava-os de usar determinadas instalações públicas.

As excelentes actuações do grupo despertaram interesse no âmbito comercial. A banda começou a fazer digressões pela África do Sul. E, gradualmente, ganhou um espaço e muitos seguidores amantes da música gospel.

O líder da banda afirmou que actualmente Joyous Celebration funciona como uma instituição de formação e promoção das pessoas que cantam ou que fazem gospel. “Nós recebemos qualquer pessoa que saiba cantar e fazemos investimento, desde o arranjo técnico até à colocação do disco no mercado. Pela experiência que o artista adquire na banda já pode seguir a sua carreira tranquilamente. O mesmo (artista) fica registado na nossa base de dados e em qualquer ocasião de gravação de um álbum ou realização do espectáculo solicitámos os seus serviços”, acrescentou.

O grupo está sob direcção dos três membros-fundadores, Jabu Hlongwane  é  líder, Lindelani Mkhize responde pela área de produção e Mthunzi Namba pela componente música.

A vinda do Joyous Celebration a Moçambique está a ser organizada pela produtora La Fontaine Entertainment, em parceria com o Holly Nation. O director-geral da primeira entidade, Dércio Mucavele, disse que este é o terceiro evento do género, mas o primeiro de cariz internacional. “No ano passado promovemos dois espectáculos da banda Rejoice, primeiro para apoiar crianças órfãs e necessitadas e a outra para a celebração do natal”, acrescentou.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,77 61,93
ZAR 4,65 4,74
EUR 72,73 74,12

14.09.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HOJE o assunto é o futebol, por duas motivações. A primeira, ...
2017-09-22 23:30:00
UM dos meus falecidos mestres de Jornalismo, o Augusto de Carvalho, disse um dia ...
2017-09-22 23:30:00
MATEI todos os estudantes que estavam na sala de aulas, um a um. Alvejei sem mirar, ...
2017-09-22 23:30:00
DEVERAS horripilante o que aconteceu, semana passada, na Escola Secundária de ...
2017-09-21 23:30:00
FOI mais ou menos desta forma que minha filha “entrou” nas ...
2017-09-21 23:30:00