Inicia esta manhã o julgamento de um vendedor ambulante que tentou comercializar discos piratas do músico Wazimbo ao próprio Wazimbo. O julgamento terá lugar na 2ª Secção do Tribunal Judicial do Distrito Municipal KaMpfumu, na cidade de Maputo.

O caso remonta há oito meses, altura em que o “comerciante” teria abordado o artista numa das artérias da baixa da cidade de Maputo, dizendo-lhe que tinha em sua posse várias novidades da música moçambicana, incluindo o álbum “Raízes”, recentemente lançado por Wazimbo.

Na ocasião, o artista teria manifestado interesse em comprar várias colectâneas, desde que o vendedor aceitasse acompanhá-lo a uma caixa automática (ATM) mais próxima para levantar o dinheiro. Sem se aperceber que se tratava do próprio músico, o vendedor ambulante acedeu à proposta, acabando por entrar no carro de Wazimbo que foi directo à esquadra mais próxima, onde foi denunciado o caso de pirataria.

O indivíduo foi detido de imediato, tendo sido solto algum tempo depois mediante pagamento de caução, para que pudesse responder em liberdade.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00