As autoridades judiciais não conseguiram notificar o vendedor ambulante que, há oito meses, tentou vender discos piratas da música moçambicana a Wazimbo.

Segundo soube o “Notícias” no local, o Francisco Alfiado Nhanombe devia ter comparecido ao julgamento que tinha sido marcado para as 10 horas de hoje na 2ª Secção do Tribunal Judicial do Distrito Municipal Ka Mpfumu, na baixa da cidade de Maputo.

Entretanto, por ter pautado pela ausência, o réu será notificado por edital a fim de ser julgado à revelia, num segundo acto marcado para o dia 26 deste mês.

À saída do tribunal, o músico Wazimbo mostrou-se agastado com a situação, dizendo não compreender como um indivíduo que tinha sido detido e, posteriormente, solto sob termo de identidade e residência para responder ao processo em liberdade possa desaparecer da pista das autoridades policiais e judiciais. Porém, disse estar convicto de que o caso terá um desfecho positivo, mostrando plena confiança na juíza que está à frente do seu processo.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

O PAÍS, de modo particular as zonas norte e centro, está a ser ...
2018-02-17 00:30:00
GLÓRIAMaria, hoje tive a certeza de que a terceira idade é um ...
2018-02-17 00:30:00
DESDE que a 7 de Fevereiro, o mais alto magistrado da nação anunciou, ...
2018-02-16 00:30:00
CÁ estou eu de novo, depois de um repouso que já roçava a ...
2018-02-16 00:30:00
DURANTE as escaramuças que opuseram as Forças de Defesa e ...
2018-02-16 00:30:00