Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

Opinião

Politica

Domingos Albuquerque é, desde ontem, presidente interino do Município de Quelimane, capital da província da Zambézia, na sequência de perda de mandato de Manuel de ...

terça, 22 janeiro 2019
Leia +

Nacional

Já estão instaladas as tendas para o isolamento de doentes, em caso da eclosão da cólera, na cidade e vila de Moatize, na província de Tete. Trata-se de uma ...

terça, 22 janeiro 2019
Leia +

Autárquicas 2018

A VOTAÇÃO nas oito mesas cujos resultados foram anulados pelo Conselho Constitucional na autarquia de Marromeu, em Sofala, deverá ser repetida até ao dia 25 de Novembro ...

quinta, 15 novembro 2018
Leia +
Pub
SN

Desporto

A PISCINA Olímpica do Zimpeto é, a partir de hoje à tarde (15:00 horas), palco dos Campeonatos Nacionais de Natação do Verão da edição ...

terça, 22 janeiro 2019
Leia +

Economia

Uma analista económica do pelouro de África nas Nações Unidas, de seu nome Helena Afonso, diz que Moçambique ainda não ultrapassou as consequências do ...

terça, 22 janeiro 2019
Read more

Tecnologias

O Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM) prevê produzir na presente campanha agrária 189 toneladas de sementes de maior rendimento, para ...

terça, 22 janeiro 2019
Leia +

A CIDADE de Maputo registou, de Janeiro de 2017 a Março deste ano, 144 casos suspeitos de sarampo, oito dos quais acusaram positivo para rubéola nos exames laboratoriais.

A directora de Saúde da cidade, Alice de Abreu, indicou que nenhum dos casos terminou em óbito.

Como forma de inverter o cenário, o sector está a mobilizar recursos humanos e materiais para a realização da segunda fase da campanha nacional de vacinação, de 21 a 27 de Maio, que prevê abranger 579 924 crianças dos seis meses aos 14 anos de idade. Para o efeito, estarão envolvidas 421 equipas, compreendendo 84 supervisores, 842 técnicos, 824 activistas, 421 mobilizadores e 84 motoristas para os sete distritos da cidade de Maputo.

O objectivo, segundo de Abreu, é eliminar o sarampo e a rubéola até 2020, segundo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Terminada a campanha, a vacina vai passar a ser aplicada de imediato e de forma rotineira no leque das administradas a crianças dos 9 a 23 meses de vida. É preciso lembrar que estas doenças não têm cura. O melhor tratamento ainda é a prevenção, daí que queremos apelar aos pais a levarem as crianças aos postos de vacinação”, disse de Abreu.

A Organização Mundial da Saúde recomenda aos Estados-membros para acelerar o controlo e eliminação do sarampo e da rubéola.

A campanha constituirá também uma oportunidade para reforçar a administração da Vitamina A, a desparasitação das crianças menores de 5 anos, bem como a suplementação com sal ferroso em adolescentes dos 12 aos 14 anos de idade.

O sarampo e a rubéola são doenças virais altamente contagiosas que podem causar complicações graves, incluindo a morte. Em mulheres grávidas, a rubéola pode prejudicar gravemente o feto, causar aborto espontâneo ou bebés com defeitos.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction