Imprimir
Categoria: Recreio e Divulgação
Visualizações: 11883

A ASSOCIASSÃO moçambicana “A Mundzuko Ka Hina” em parceria com o Instituto Camões e a associação italiana “Basilicata Mozambico,” inaugura amanhã uma exposição fotográfica intitulada “Na poça de lama como no divino céu também passa a lua” às 18:00 horas na galeria do Centro Cultural Português.

É uma exposição fotográfica que envolve jovens do bairro de Hulene que têm a lixeira como seu principal meio de subsistência. São fotografias que retratam como é a vida nesta lixeira que há mais de mais de 30 anos recebe todo o lixo urbano produzido na cidade de Maputo. São homens, mulheres e crianças que de lá recolhem tudo o que possa ser reaproveitado, quer para reciclagem quer para proveito próprio.

 

A mostra é resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido por esta associação desde 2008 baseado no princípio segundo o qual, “qualquer fonte de desenvolvimento económico, para chegar a bom termo, tem que ser acompanhada por uma evolução cultural e humana que possibilite o acesso a novas linguagens informáticas, a novas formas de comunicação através da imagem através da imagem e conduza a interacção com o resto do mundo”.  

A associação “A Mundzuko Ka Hina” é um laboratório de fotografia, vídeo e manipulação digital de imagens, sedeada na Esola Primária da Imaculada, no bairro de Hulene, cidade de Maputo.