Iniciam hoje as celebrações da semana da Europa, uma iniciativa da delegação da União Europeia em Maputo, com o objectivo de criar uma plataforma de debates e interacção sobre assuntos de cooperação, comércio, direitos humanos e outros temas relacionados com o país.

A celebrar sob o lema “Diversidade cultural, a união de povos”, o evento será marcado por um conjunto de actividades culturais e de informação, alusivos ao dia da Europa, que se assinala a 9 de Maio próximo.

Um comunicado da União Europeia, envido ao “Notícias”, refere que a escolha da Cultura como centro das celebrações da data centra-se no facto de esta ser o pilar do desenvolvimento de todas as sociedades.

O pontapé de saída do ciclo de actividades da semana da Europa será dado com um evento académico na Universidade Joaquim Chissano (UJC), antigo Instituto Superior de Relações Internacionais, intitulado “Moçambique e União Europeia: Novas dinâmicas numa parceria consolidada”.

Seguir-se-ão actividades na Fundação Fernando Leite Couto com a inauguração de uma exposição fotográfica denominada “Europa em perspectiva”, com trabalhos de quatro fotógrafos moçambicanos que apresentam a sua sobre a realidade europeia captada durante as suas viagens pelo velho continente.

Haverá igualmente uma mesa redonda com o título “União Europeia-Moçambique: uma nova parceria para o investimento e o emprego sustentável”, em cooperação com o Ministério da Indústria e Comércio, a EuroCam e a Revista Exame.

O maior destaque deste evento será o concerto de celebração do Dia da Europa que terá lugar no dia 10 de Maio no Centro Cultural Franco Moçambicano (CCFM) com a presença de dois artistas de renome internacional, Dino d’Santiago e Branko (ExBuraka Som Sistema).

Comments

O poeta Armando Artur lança hoje, em Maputo, o livro “Muery: Elegia em SI Maior”. A obra, que sai sob chancela da editora Cavalo do Mar e será apresentada pelo escritor Nelson Saúte, é uma colectânea de textos poéticos.

No ano passado, o autor publicou “A Reinvenção do Ser e a dor da pedra”, livro com o qual, ao lado de Álvaro Taruma, venceu o Prémio BCI de Literatura 2019.

Sobre “Muery, Elegia em SI Maior”, Armando Artur expressa que a obra é uma tentativa de reagir a algumas inquietações sobre o “Ser”.

“Creio mesmo que neste livro consegui em grande medida responder às questões que se me colocavam poeticamente, por fim, que a lua (Muery) nesse livro também a ver com o amor, a paixão, a memória, alegria e o estado afectivo em si maior”, disse.

O autor explica que a poesia o solicita a explicar diversos fenómenos, com recurso à poética.

Já o filósofo José Castiano diz que o poeta transporta consigo a capacidade de, através da escrita, “conduzir-nos para uma humanidade maior”.

Considerado cultor de uma poesia lírica moderna, Armando Artur é membro fundador da Associação Pan-africana de Escritores (PAWA). Já foi Secretário-geral da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO) e desempenhou as funções de Vice-presidente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa (FBLP) e de Ministro da Cultura.

 

Comments

O MINISTÉRIO da Cultura e Turismo está a preparar um inventário sobre as danças tradicionais nacionais que estão em risco de extinção. A ideia é criar um modelo adequado de preservação destas manifestações artístico-culturais, instrumento através do qual o Governo acredita que vai ajudar na sua protecção e divulgação.  Leia mais

Comments

MOSTRAR a dimensão artística e cultural de Sofala é o mote da campanha “Boas Vindas” levada a cabo pelo Governo desta província, através da Direcção Provincial da Cultura e Turismo.

Basicamente, à chegada ao Aeroporto Internacional da Beira, os visitantes sentiam o “calor”, a amizade e o carinho da província, transmitidos por diversos grupos culturais, que logo às primeiras horas se faziam àquele recinto, para fazer diversas performances. Igualmente distribuía-se panfletos e folhetos, contendo informações precisas sobre locais de hospedagem, praças e monumentos a visitar. Tem ainda conteúdos como o tipo de artes e cultura predominantes, meios de transporte a usar, contactos telefónicos dos operadores turísticos e cultuais, entre outros dados úteis.

Com esta iniciativa que veio para ficar e será levada a cabo sempre em datas especiais, segundo garantiu Amostra Sobrinho, director desta instituição, a ideia é ainda dar a conhecer o “imenso poço” de artes e cultura, que este ponto do país tem, ao mesmo tempo que os turistas e visitantes são recebidos com sorrisos e abraços, numa altura em que Sofala se refaz do abalo sofrido por conta do ciclone Idai e inundações, que há mais de um mês a assolaram.

O director provincial de Cultura e Turismo, explicou ainda que este programa cumpre uma das metas traçadas no Plano Económico Social (PES) 2019, que visa proporcionar momentos de conforto e tranquilidade aos visitantes, que escalam este ponto do país. A presente acção coincidiu com a celebração da Páscoa, ocasião em que se exalta o amor ao próximo, o perdão, a paz e reconciliação, concórdia e harmonia.

Sobrinho explicou ainda que a campanha “Boas Vindas” serve, igualmente, para promover as potencialidades turístico-culturais que a província possui.

Um outro momento, que aquele dirigente destacou, foi a visita, durante a semana, à Feira de Artesanato e Artes Plásticas, denominada “Kuphedzana” e a actuação do grupo cultural de dança tradicional Malerambeu, bem como os sopros do jovem saxofonista Jonas Sax em todos momentos de chegada dos voos domésticos e internacionais.

Comments

PROCEDE-SE hoje ao lançamento da primeira pedra para a construção do Mercado de Artesanato na Ponta d’Ouro, no distrito de Matutuíne, em Maputo. Trata-se do primeiro empreendimento do género no país e o acto simbólico será conduzido pelo ministro da Cultura e Turismo, Silva Armando Dunduro, em representação do Governo. Leia mais

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction