Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

DOIS casais escolheram o Jardim Tunduro como local para celebrar o seu casamento. Seus familiares abarrotavam a entrada deste local, que também foi escolhido para a realização da Feira do Livro. Leia mais

Comments

DESDE tenra idade ensina-se as crianças que não se pode brincar com fogo. A intenção é evitar problemas maiores. Mas de modo a resolver um problema, os netos da Avó Dezanove, juntam-se para explodir um Mausoléu. Leia mais

Comments

A UNIVERSIDADE Eduardo Mondlane, através da Associação dos Estudantes Universitários, realiza hoje e amanhã a VIª Edição do Festival Cultural Universitário.

O evento junta estudantes da UEM e de outras instituições de ensino superior, localizados na cidade de Maputo, que vai expor o vasto património cultural nacional e internacional.

A iniciativa tem como objectivo contribuir para a promoção e valorização do património cultural do país, da região e do mundo, para além de possibilitar um intercâmbio cultural entre as diversas províncias e países.

Espera-se que a exposição seja visitada por pelo menos 40 mil pessoas, entre membros da comunidade universitária da UEM e de outras instituições de ensino superior, académicos, pesquisadores, turistas nacionais e estrangeiros, políticos, empresários e sociedade civil.

O evento será igualmente marcado pela apresentação de gastronomia, dança, poesia, música e teatro.

A sessão de abertura será orientada pelo reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo.

Comments

Um concerto musical denominado Manecas Simpático vai ter lugar, a partir das 18 horas de hoje sexta-feira, no espaço da AMMO, Associação de Músicos Moçambicanos, localizado na cidade de Maputo.

O show conta com a participação de vários artistas nacionais que vão desfilar no mesmo palco, como é o caso dos músicos Chico António, Sizaquiel, o trompetista Leman Pinto, Bob Lee, Arsénio Sérgio, May Mbira e Mbalango.

Segundo Álvaro Garcia, gestor do Centro Cultural da Associação de Músicos Moçambicanos, Manecas Simpático é um cantor moçambicano, um conceituado mestre de cerimónia (MC) nas casas de pasto.

Garcia informou ao Notícias Online que amanhã sábado vai ter lugar naquele espaço uma feira de gastronomia, artesanato e discográfica e o palco estará também disponível para os músicos promoverem seus trabalhos artísticos.

No evento estarão à venda os discos compactos dos artistas Kalusa, Beauty Alves, Pureza Wafino, e contará com a presença das respectivas cantoras, que poderão abrilhantar o público com as suas músicas.

Enquanto isso, o “Big Brother” vai vender disco de cantores angolanos. 

Comments

As bandas Ghorwane e Kapa Dêch entram hoje em cena num espectáculo musical a ter lugar esta noite no Centro de Conferências Joaquim Chissano, na capital do país, em que estarão ainda presentes os músicos Jimmy Dludlu e Stewart Sukuma.

Nesta selecção criteriosa de artistas, que subirão ao palco, estarão igualmente Isabel Novella, Deltino Guerreiro, Justino Ubakka e Lourena Nhate.

É uma noite em que não só haverá música ao vivo como também espaço para os DJ´s “passearem a sua classe”. Por isso, foram convidados os DJ´s Danny T, Andy e Pinolas para darem continuidade do show depois da música ao vivo.

A ideia deste show, denominado “A Luta Continua”, que por sinal é a primeira edição de um festival que se pretende anual e que acontece sempre no mês de Setembro, é exaltar a moçambicanidade, os ritmos genuinamente nacionais, mas também prestar tributo àqueles músicos que sempre deram de si para a perenidade destes ritmos nacionais.

Ontem, em conferência de imprensa, o conceituado guitarrista Jimmy Dludlu fez questão de logo avisar: “Vão ao espectáculo de sapatilhas, camisete, casaco e calças de ganga, porque aquilo vai aquecer”. E ainda caracterizou: “Será uma grande festa”.

Zé Pires, teclista e compositor da banda Kapa Dêch, um dos membros da organização, falou do espírito do festival, sublinhando o reconhecimento de artistas como Jimmy e os Ghorwane, mas também a ideia de transmitir valores aos mais novos.

“O espectáculo ‘A Luta Continua’ é estar ao lado de músicos que são modelos para nós e que temos a felicidade de estarem ainda entre nós e a palmilhar palcos. Mas se estes músicos são como modelos, seremos ídolos de alguém? Estaremos a inspirar uma nova geração de jovens artistas moçambicanos?”, indagou Zé Pires.

É seu entendimento que, se há questionamentos do género, fica claro que, a partir de um certo período, começou a haver quebra de ritmo e gerações de artistas e bandas como Kapa Dech, Mussodji, Massukos, Djaaka e Mozpipa que figuram na lista das últimas que terão recebido o testemunho.

“Perdeu-se continuidade, o que gerou um certo vazio”, enfatizou Zé Pires, recordando o facto de jovens como Deltino Guerreiro e Lourena Nhate terem “nascido” como músicos em reality shows, nos quais ele foi júri. Diferente é o caso de Isabel Novella, que nasce numa família de artistas, cujo irmão mais velho, Neco Novela, foi um dos fundadores dos Kapa Dêch.

Ela mesma recordou ter actuado ao lado de músicos como Jimmy Dludlu e Stewart Sukuma, mas também ter elaborado em projectos liderados por Zé Pires.

Por isso, anotou, a sua preocupação hoje é também transmitir esse legado que recebeu dos artistas mais velhos.

Já Carlitos Gove, dos Ghorwane é de opinião de que este espectáculo configura um encontro de gerações. E recorda que o slogan “A Luta Continua” surge nos tempos em que os Ghorwane iam atrás do firmamento: a década de 80, com todas as suas dificuldades.

Alinha ainda na ideia de que a luta para desenvolver Moçambique culturalmente é algo que não tem fim. “No espectáculo iremos transmitir valores e passar mensagens positivas para o público e os artistas, sobretudo os mais jovens”, disse.

Para Stewart Sukuma, numa aldeia global o grande diferencial será a cultura de cada um. Por isso, defende a produção de músicas que assentam numa raiz profundamente moçambicana e que sintetizam o legado social, histórico e cultural desta nação.

E o DJ Danny T reconheceu a pressão que eles têm recebido dos proprietários de eventos sociais em que são obrigados a tocar músicas de fora. Mas garantiu que na festa de hoje tocarão músicas meramente moçambicanas.

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction