UM grupo de indivíduos, cuja proveniência se desconhece, matou na madrugada de hoje (quinta-feira) um agente da Polícia da República de Moçambique, no posto de controlo de Oasse, e feriu outros cinco, na vila-sede do distrito de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado.

O grupo apoderou-se de um número não especificado de armas de fogo que  viria a usa-las, posteriormente, para tentar tomar de assalto o comando distrital da corporação, na mesma vila, onde se registou troca de tiros e pelo menos 5 agentes ficaram feridos.

Os dados foram obtidos num contacto telefónico que mantivemos esta manhã com alguns correspondentes da Rádio Comunitária local, na impossibilidade de estabelecer comunicação com a  porta-voz da PRM Malva Brito, que não atendeu às nossas chamadas e mensagens (SMS) feitas para saber algo sobre o ponto da situação de ordem e segurança pública na vila de Mocímboa da Praia.

A Secretária Permanente distrital, Rosa Pilale, não confirmou o número de mortos nem de feridos, por alegadamente ainda não dispor de dados relativos ao incidente.

 “Eu estou refugiada na minha casa, o mesmo acontece em relação aos outros cidadãos que vivem na zona de cimento porque não temos para onde ir, mas sei que uma parte da população já fugiu em direcção ao rio Quinhevo”, explicou Pilale.

Segundo ela, ninguém sabe ao certo da origem dos tais homens armados, muito menos as suas motivações. Apenas que Mocímboa da Praia acordou hoje em alvoroço, por causa de um tiroteio provocado por  homens armados até aqui desconhecidos.

Entretanto, segundo dados da direcção distrital de Saúde, dos cinco feridos, todos a receberem cuidados no banco de socorros do hospital local, dois encontram-se em estado grave, mas não podem ser evacuados para o hospital provincial de Pemba, devido ao facto de a ambulância ter sido atingida por balas, quando tentava socorrer possíveis feridos nas ruas e bairros da vila municipal que fugiam dos tumultos cujos protagonistas se desconhece.

Entretanto, segundo a AIM, citando o Porta-voz do Comando-Geral da Polícia, Inácio Dina, a corporação está já a trabalhar para esclarecer o caso, podendo realizar uma conferência de imprensa esta tarde.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 17 Novembro 2017
OS ACONTECIMENTOS que o município de Nampula vive, desde o assassinato de Mahamud Amurane, a 4 de Outubro, acinzentam a democracia moçambicana, numa altura em que o sistema caminha de forma irreversível para a sua consolidação. Governar é uma ciência... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
SUPRESSÃO DO VISTO ENTRE MOÇAMBIQUE E ANGOLA:...
Terça, 21 Novembro 2017
A DETERMINAÇÃO pessoal do Presidente da República, Filipe Nyusi, em criar melhores condições de viagem aos moçambicanos, bem como incrementar os laços de irmandade, pesou significativamente para o alcance do acordo de eliminação do visto no passaporte ordinário com Angola. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,29 61,43
ZAR 4,28 4,36
EUR 70,24 71,57

06.11.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PEGO a frase acima emprestada dos primórdios do Moçambique ...
2017-11-20 23:30:00
O PROMETIDO é devido, tal como dizem os vocacionados em retórica. ...
2017-11-20 23:30:00
FREDERICO atravessou a cidade de alcatrão, de prédios e de luzes ...
2017-11-20 23:30:00
O ANO lectivo está prestes a terminar, com a anunciada ...
2017-11-19 23:30:00
In memória a Fernando Couto A PRIMEIRA vez que os vi caminhar pelas ruas ...
2017-11-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2589 visitantes em linha