Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O JORNALISTA Ismail Alexandrani, especialista em grupos extremistas na península do Sinai, foi condenado na terça-feira a dez anos de prisão por um tribunal militar egípcio, anunciou o advogado. Alexandrani foi preso em Novembro de 2015 e acusado de publicar segredos militares e de pertencer ao movimento fundamentalista da Irmandade Muçulmana, disse o advogado Tarek Abdel Aal. O jornalista foi também acusado de disseminar informações que podiam ser prejudiciais à segurança nacional do Egipto. A sentença, na opinião da directora da Human Rights Watch para o Médio Oriente, Sarah Leah Whitson, "ilustra as cruéis represálias do Governo (egípcio) contra jornalistas que abordam questões delicadas".

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction