Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O PAÍS continua a debater-se com a falta de técnicos nutricionistas, contando neste momento com pouco mais de 500, dos quais 400 exercem a sua actividade nas unidades sanitárias, facto que compromete os esforços das autoridades governamentais e parceiros na prevenção e combate à desnutrição crónica. Leia mais

Comments

A PRODUÇÃO de conteúdos que incentivem o empreendedorismo e consequente empoderamento da mulher é uma das metas do “ICEF Jornal Feminino”, que passará a ser difundido em todo o país, resultado de um memorando de entendimento assinado ontem, na cidade de Maputo, entre a entidade que gere a publicação e a Sociedade do Notícias. Leia mais

Comments

Moradores do distrito de Nangade, província de Cabo Delgado, capturaram Mustafa Suale Machinga, homem de 30 anos, a quem acusam de liderar o grupo responsável pelos mais recentes ataques terroristas contra esta região do norte do país.
Suale Machinga, de acordo com o jornal electrónico online “Carta de Moçambique”, editado em Maputo, terá sido ferido em confronto com o exército moçambicano na passada quarta-feira e capturado pela população local dois dias depois na sua localidade natal, Litingina. 
Ele foi encontrado num esconderijo abandonado por outros insurgentes. Acredita-se que ele estava à espera de seu irmão mais novo que o levaria à Tanzânia para cuidados médicos.
O suposto irmão visitou o esconderijo três vezes, em movimentos que despertaram suspeitas. 
Assim, ele (irmão) acabou sendo capturado pela população local que “caçava” os insurgentes. 
Ameaçado de linchamento, ele revelou o esconderijo do seu irmão que, posteriormente, foi entregue às autoridades.
Mustafa Suale Machinga foi membro das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM). Ele tem curso básico de treinamento militar, onde aprendeu a manusear armas de fogo. Regressou, de férias, a Nangade, há mais de um ano, altura em que foi supostamente convencido por alguns amigos para frequentar uma escola islâmica.
Quando as suas férias terminaram disse à sua mãe que regressava a Maputo, mas, na realidade, juntou-se aos insurgentes.
Suale Machinga concluiu a 12ª classe, nível pré-universitário, depois de frequentar escolas de Nangade e Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado.
Litingina é tida como sendo aldeia natal de um considerável número de insurgentes que operam em Nangade, com pelo menos 50 jovens que ingressaram no grupo. 
Há três meses, um líder da comunidade de Litingina sugeriu que o governo deveria amnistiar os insurgentes por serem “locais”.
Recentemente, insurgentes mataram quatro pessoas, mas também sofreram perdas, quando caíram numa emboscada. Três dos insurgentes foram capturados e quatro foram mortos.

Comments

O Governo da China prevê apoiar Moçambique na construção de um novo Hospital Central em Maputo, em substituição do actual, com mais de 100 anos, anunciou  o último boletim informativo da Saúde.
O investimento foi discutido durante uma visita do embaixador da China em Moçambique, Su Jian, àquela unidade de saúde, no mês de Novembro.
“Estamos interessados em apoiar na construção de um novo hospital”, referiu na altura o diplomata, citado pelo boletim, consultado hoje pela Lusa.
Segundo o diplomata, a China tem prestado apoio ao sector da saúde em Moçambique, através da construção e melhoria de infra-estruturas sanitárias no país.
Há um ano, um novo bloco pediátrico, construído e equipado com apoio da China, entrou em funcionamento no Hospital Central da Beira.
Saúde, educação e agricultura são “as áreas prioritárias da cooperação internacional da China com o Continente Africano para os próximos anos”, realçou.
A situação de atendimento na principal unidade de saúde da capital moçambicana “não é boa e gostaríamos de ter um hospital moderno aqui em Moçambique que também tivesse a componente da medicina chinesa”, referiu, na ocasião, Hussen Ice, director nacional de Assistência Médica do Ministério da Saúde.
As partes acordaram em “iniciar imediatamente a preparação das condições necessárias” para que “nos próximos tempos” sejam assinados memorandos de entendimento com vista à materialização do projecto, concluiu.
A China tem sido parceira de Moçambique na construção e financiamento de alguns dos principais empreendimentos públicos mais recentes no país, tais como a ponte sobre a baía de Maputo e respectiva rede de estradas ou o aeroporto internacional de Xai-Xai, em construção. 
Entidades de Moçambique e da China assinaram em Setembro, em Beijing, oito memorandos de entendimento, nas áreas das infra-estruturas, indústria, telecomunicações, agricultura e serviços financeiros, durante um fórum de negócios que decorreu em paralelo com a terceira edição do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC). 

 

Comments

Três menores da mesma família perderam a vida, vítimas de descarga atmosférica, fim-de-semana, no distrito de Mossurize, província de Manica, centro de Moçambique. 
As vítimas, com idades que variam entre seis e 12 anos, foram atingidas por um raio quando se encontravam no interior duma casa na zona de Chincono. 
A residência onde se encontravam os menores também foi destruída, parcialmente, afirmou hoje a chefe do Departamento de Relações Públicas no Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica, Elsídia Filipe. 
A fonte explicou que “as três menores foram atingidas dentro de casa quando a chuva, acompanhada de ventos fortes, começou a fustigar a zona. Os menores, da mesma família, foram encontrados todos sem vida”. 
Elsídia Filipe falava em conferência de imprensa sobre os acontecimentos registados durante as últimas 72 horas, acrescentando que, no mesmo distrito (Mossurize), seis pessoas contraíram ferimentos na sequência do mau tempo. 
O fenómeno também destruiu um celeiro e derrubou algumas infra-estruturas públicas e privadas. 
“Para além de feridos, registamos o derrube de postes de energia, de telefonia móvel e outras infra-estruturas. As estruturas locais, com o envolvimento de outras instituições, trabalham para apurar os danos causados pelo mau tempo”, explicou Elsídia Filipe. 
A chuva, acompanhada de ventos fortes, fustiga a região desde sábado passado. Para além de Mossurize, o fenómeno já fustigou os distritos de Gondola, Sussundenga, Tambara, Macossa e cidade de Chimoio, onde já causou danos avultados.

 

 

Comments

Subcategorias

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction