Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

A POPULAÇÃO da localidade de Funguane, no posto administrativo de Alto Changane, distrito de Chibuto, província de Gaza, terá água potável a partir do próximo ano, quando for concluída a construção de um pequeno sistema, cuja primeira pedra foi lançada segunda-feira pela governadora da província, Stella Pinto Zeca. Leia mais

Comments

A FRACA adesão aos métodos de prevenção da malária, por parte de algumas comunidades, na província de Nampula, está a preocupar as autoridades sanitárias, que vêem anulado o seu esforço de combate à doença. Leia mais

Comments

OS reclusos do distrito de Mulumbo, na província da Zambézia, são obrigados a percorrer 300 quilómetros até Milange, para serem interrogados pelo procurador. Este cenário acontece há mais de um ano, porque o procurador ainda não fixou residência em Mulumbo. Leia mais

Comments

A aldeia de Miula-sede, no distrito de Mueda, acolheu na manhã de hoje a cerimónia de lançamento da primeira pedra para a construção de uma estrada com um total de 165 quilómetros, ligando Mueda e Negomano, fronteira com a Tanzania.

Segundo o Presidente da República, Filipe Nyusi, Mueda abriu uma nova página na sua história, ao testemunhar a concretização do projecto de construção deste empreendimento, que vai facilitar o acesso a várias regiões de produção e, particularmente, estabelecer ligação com a Tanzania.

Este empreendimento enquadra-se numa visão mais ampla de construção da Estrada Nacional Número Um (EN1), que parte do Rovuma até Maputo, na região da Ponta do Ouro, no sul do país, cuja reabilitação já está a decorrer na região Centro e concluída na região Sul.

A primeira fase inclui a construção de 70 quilómetros de estrada de Negomano a Roma, com três pontes e sistema de drenagem de águas pluviais, para evitar a erosão da rodovia.

Nyusi garantiu que a segunda fase será realizada e garantiu a existência de investimentos do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) para o efeito.

Durante a sua interacção apelou à população a ser unida e comprometida com o trabalho, e sem regionalismos, bem como a assimilar as técnicas de trabalho e de manuseio do equipamento.

Comments

A Suécia desembolsou, nos últimos 40 anos, perto de 1,5 mil milhões de coroas suecas, correspondente a 9,7 mil milhões de meticais, para projectos de electrificação em Moçambique.
Segundo um comunicado de imprensa da embaixada sueca, a cooperação no sector de energia, através da empresa pública Electricidade de Moçambique (EDM), é uma componente importante do contínuo apoio da Suécia a Moçambique.

A Suécia celebra este ano o 40º aniversário de cooperação com Moçambique no sector de energia, uma parceria que teve o seu início em 1978, visando a reestruturação e reconstrução de infra-estruturas de electricidade, com especial enfoque em fontes de energia sustentáveis, electrificação rural e apoio à geração de capacidade.

No âmbito desta cooperação, a Suécia contribuiu para a reabilitação das centrais hidroeléctricas de Mavuzi e Chicamba, um projecto que fornecerá acesso à energia eléctrica renovável e sustentável a mais de um milhão de moçambicanos nos próximos 30 anos, impulsionando, desta forma, a economia em Moçambique e melhorando o bem-estar da população.

Com o acesso à energia eléctrica, a qualidade dos serviços públicos, como a saúde e a educação, pode aumentar, assim como as iniciativas de empreendedorismo local e a segurança, especialmente das mulheres.

No início de Setembro, a Suécia lançou um fundo denominado REACT, que visa impulsionar empresas inovadoras no ramo da energia renovável e eficiência energética em Moçambique para que busquem soluções inovadoras para os desafios sociais dos mais desfavorecidos.

“A Suécia investirá cerca de 50 milhões de coroas suecas para este fundo”, refere a nota recebida hoje pela AIM.

Acrescenta que o apoio ao sector da energia é uma parte importante da estratégia de cooperação da Suécia com Moçambique (2015-2020) e contribui directamente para um dos objectivos da estratégia, a melhoria do ambiente, o impacto no clima e reforço da resistência às mudanças climáticas e desastres naturais.

A iniciativa também contribuirá para o alcance de um dos objectivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas relativo ao acesso garantido à energia acessível, confiável, sustentável e moderno para todos.

Comments

Subcategorias

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction