OS institutos técnicos e centros de formação, públicos e privados, devem priorizar a qualidade de ensino, de modo a garantir uma educação profissional credível, que forme quadros qualificados para o mercado de trabalho. Leia mais

Comments

O programa regional Cátedras de Pesquisa Oliver Reginald Tambo vai disponibilizar, anualmente, 215 mil dólares às instituições nacionais de investigação científica e de ensino. Leia mais

Comments

Um grupo de neurocientistas criou, com base na inteligência artificial, um sistema que dizem ser capaz de traduzir sinais cerebrais em discurso inteligível e que poderá ser promissor para pessoas com deficiência ou incapacidade na fala. Leia mais

Comments

Mais de 200 mil dólares poderão ser disponibilizados às instituições públicas e privadas de investigação científica, ao abrigo de um programa regional de especialização em área de investigação científica, intitulado Cátedras de Pesquisa Oliver Tambo.

O programa tem por objectivo financiar pesquisas, que irão contribuir para o desenvolvimento de recursos humanos a todos os níveis.

A informação foi partilhada ontem, em Maputo, pela directora do Fundo Nacional de Investigação (FNI), Vitória Langa, explicando que é necessário que as instituições concorram para que possam beneficiar dos fundos.

“Este é um projecto que os cientistas devem concorrer, e essa concorrência abrange 15 países, e as cátedras terão um orçamento de 215 mil dólares por ano, para um período de cinco anos, consoante os resultados que cada cátedra poderá produzir, poderá ser prolongado por mais cinco anos”.
Explicou que Cátedra é um programa que vai treinar igualmente cientistas a realizarem investigações que se traduzam em benefícios para as comunidades.

“Esse programa deve produzir resultados. Por exemplo, se a Cátedra é da área da agricultura de melhoramento de semente, claro que terão que ser testadas para serem utilizadas pelas comunidades e assim melhorar a produção daquela comunidade”, disse, citada pela AIM.

De acordo com a fonte o programa da Cátedra “não se vai cingir numa área específica, ou seja estende-se para a área da saúde, construção civil, agricultura ou área do meio ambiente”.

Apenas as empresas ligadas à investigação são elegíveis a concorrer para o programa da cátedra.
“Deve ser uma empresa pública e, logicamente, deve estar ligada a uma universidade, ou a um centro de investigação que devem ser feitas em forma de parcerias e uma das parcerias é a junção de uma universidade privada com uma pública”, afirmou.

A fonte refere que apenas as universidades públicas podem “hospedar” o programa cátedra, para que possam fazer o controlo da gestão.

Por sua vez, o ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Jorge Nhambiu, disse que a cátedra operacionaliza a promoção do desenvolvimento de recursos humanos a todos os níveis, de ciência tecnologia e inovação.

“Nesse contexto, as cátedras constituem uma forma de criação de mecanismos tendentes a requalificar, estruturar, formar e monitorar a produção académica de cientistas. Tem como objectivo potenciar os subsistemas do ensino superior, promover a investigação básica e aplicada”.
O ministro disse que o governo criou o FNI para oferecer melhor funcionamento do sistema de ciência e tecnologia no que concerne ao financiamento de projectos e acções do domínio da investigação e inovação tecnológica.

“Neste quadro compete ao FNI lançar chamadas para a submissão de candidaturas para as Cátedras no quadro da sua política de alocação de recursos financeiros”.

Comments

O ESTABELECIMENTO de cátedras de pesquisa em África vai potenciar o subsistema do ensino superior, assim como promover a investigação básica e aplicada, garantido, deste modo, a formação de quadros qualificados. Leia mais

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction