O REITOR da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) destacou que a diversidade de nacionalidades entre os graduados coloca a instituição na rota da internacionalização.
Quilambo, que falava sexta-feira, em Maputo, na cerimónia de graduação de licenciados e mestres, disse que a formação de estudantes de outras nacionalidades enquadra-se num programa mais amplo da UEM, de garantir a mobilidade académica dos seus estudantes nacionais. Leia mais
 

Comments

O INSTITUTO Superior de Ciências de Saúde (ISCISA) prioriza o saber fazer aliado à investigação, de modo a estimular os estudantes a buscarem soluções, para os problemas, que afligem as comunidades, nas quais vão trabalhar no futuro. Leia mais

Comments

 

O Reitor da Universidade Eduardo Mondlane(UEM),a mais antiga instituição de ensino superior no país, Orlando Quilambo, destacou que a diversidade de nacionalidades entre os graduados coloca a UEM na rota da sua internacionalização.

Quilambo, que falava sexta-feira, em Maputo, na cerimónia de graduação de licenciados e mestres, disse que a formação de estudantes de outras nacionalidades enquadra-se num programa mais amplo da UEM,de garantir a mobilidade académica dos seus estudantes nacionais.
”Este elemento coloca a UEM na rota da internacionalização, algo pelo qual se orgulha, porquanto representa um reconhecimento de que é um actor a considerar no plano global do ensino superior no mundo, na materialização de um dos aspectos importantes do Plano Estratégico 2018-2028”, frisou.
Na cerimónia, a UEM graduou 496 licenciados e 95 mestres, acto honrado com a presença do antigo Chefe deEstado, Joaquim Chissano, entre outras personalidades, docentes, familiares e amigos dos graduados.
Do universo de licenciados, 49 porcento são do sexo feminino. Para o grau de Mestrado, 41 porcento são mulheres.
Entre os graduados figuram estudantes oriundos de Tanzânia, Congo, Burkina Faso, Portugal, Ucrânia e Coreia do Sul.
O Reitor da UEM, Orlando Quilambo, que dirigiu a cerimónia, disse que estes números continuam aquém das necessidades do país.
“As cerimonias de graduação na UEM assinalam o culminar de um processo de formação e apresentação pública do trabalho realizado pelos membros da comunidade universitária ao longo de vários anos, conforme os ciclos de cada grau académico obtido pelos graduados. Estamos cientes que estes números continuam aquém das necessidades que o país ainda demanda. Contudo, constituem um motivo de regozijo”, afirmou.

Numa mensagem apresentada por Cleide Khosa, os graduados, formados em diversos cursos, mostraram-se satisfeitos pelo momento vivenciado: o fim de uma jornada. Entretanto, reconhecem que iniciam uma outra fase: a inserção no mercado de emprego.

“Ninguém, melhor do que nós mesmos, conheceu e viveu de perto as batalhas e os sacrifícios que tivemos de enfrentar para chegar até aqui. Somos um verdadeiro exemplo de fé e determinação, pois foram anos de muito empenho. A nossa presença, neste local, hoje, representa uma grande conquista para as nossas vidas”, refere a mensagem dos graduados.
Quanto ao desafio de inserção no mercado de trabalho, os graduados foram mais cautelosos e contiveram as emoções, pois reconhecem que se trata de um mercado cada vez mais agressivo, exigente e pouco receptivo, que desafia a cada um pautar pelo auto-emprego e criar mais postos de trabalho, como forma de combater o desemprego que assola em grande medida a sociedade.
Entre os graduados, estão engenheiros, médicos, arquitectos, juristas, economistas, professores e veterinários. Estes, segundo os graduados, são todos chamados a contribuir para o desenvolvimento de Moçambique.
“Somos todos desafiados a levar o desenvolvimento aos distritos e localidades deste país. Não tenhamos medo de começar de baixo. Aliás, é preciso começar de baixo, ir montando peça a peça, até chegarmos onde queremos, pois […] para atingir o ponto mais alto tem que se começar pelo ponto mais baixo”, sublinham.

 

Comments

O CONSELHO Autárquico de Xai-Xai está a estudar formas de combater a erosão, fenómeno que tem assolado a cidade há 35 anos, segundo garantias dadas pelo presidente da edilidade, Emídio Xavier, no final de uma visita que efectuou aos bairros da capital provincial de Gaza. Leia mais

Comments

A Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC) anunciou, no sábado,  que cerca de três mil animais selvagens vão chegar este ano aos parques e reservas nacionais provenientes de países vizinhos. Leia mais

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction