30.7 C
Maputo
Sábado, 3 - Dezembro, 2022

MSF pede maior proteção para trabalho sexual em Sofala

+ Recentes

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) pediu esta segunda-feira maior protecção para as trabalhadoras do sexo na Beira, província de Sofala, depois de duas terem morrido numa onda de homicídios em bairros periféricos da cidade.

A organização pede “maior protecção das pessoas envolvidas no trabalho sexual na Beira e noutros lugares da África Austral, bem como a mobilização de autoridades, sociedade civil e organizações não-governamentais da região para defender a sua saúde e bem-estar”, lê-se em comunicado, citado pela AIM.

As equipas da MSF “têm testemunhado a vulnerabilidade intensa e crónica de mulheres, homens e pessoas trans envolvidas no trabalho sexual” em países como Moçambique, África do Sul, Malawi e Zimbabwe.

Leia mais…

- Publicidade-spot_img

Destaques