39.9 C
Maputo
Quinta-feira, 6 - Outubro, 2022

Disponíveis quase seis milhões de dólares para a educação

+ Recentes

O GOVERNO moçambicano receberá daAgência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) cerca de seis milhões de dólares (cerca 450 milhões de meticais) para melhorar a qualidade de ensino e aprendizagem, no sector primário, nos próximos três, um projecto que abrange mais de 450 mil alunos.

Segundo um comunicado da embaixada norte americana em Maputo, divulgado hoje (24), a propósito do Dia Internacional da Língua Materna, assinalado no domingo, 21 de Fevereiro, 1500 escolas localizadas nas províncias de Zambézia e Nampula vão beneficiar dessefinanciamento.

Prevê-se que o projecto alcance também mais de 17 mil líderes comunitários, pais, responsáveis e voluntários da comunidade.

“As actividades incluirão o fornecimento de ferramentas práticas e técnicas aos pais para ajudarem os educandos em casa, na leitura e matemática. Como também o estabelecimento de centros de leitura comunitários e a criação de debates sobre género e direitos da rapariga”, refere a nota.

 A USAID reconhece os progressos de Moçambique, no que concerne ao aumento do acesso das crianças ao ensino primário, mas a qualidade doensino deve se um desafio a longo prazo, sobretudo no que diz respeito ao apetrechamento das bibliotecas escolares.

O comunicado afirma que o governo dos Estados Unidos apoia a política de educação bilingue em Moçambique, por entender que a maioria das crianças que frequentam a escola em contextos de escassez de recursos, aprende a ler melhor na língua que fala em casa.

Os programas na área de educação da USAID vão concentram-se na melhoria do acesso das raparigas ao ensino médio e na sua conclusão, fornecendo programas de orientação para este grupo alvo, com destaque para a formação e materiais sensíveis ao género para professores e administradores e programas de envolvimento comunitário que enfatizem a importância da educação de raparigas.   

- Publicidade-spot_img

Destaques