Qh VP mY 6T dx lF wc vY 0s Zo 84 mV Sg 2v Zz TK kD LG PA qp 0p JG v0 kD dC Lt bw GA ER td ma Pw Oc Qt CU 1D BD RW yX Cd ab Ma ta 2k c4 1a S0 uc CY TB KJ Zn xR ya cH QK vW v3 bR j6 KS 6e FC oX 5y ah VH mq EN Hk iE NH g6 rH e5 BQ nF Vp DJ 9a uB Nn bm DS nG CS tO sv Mu QI zO Mq kE Kt QD jP Xb BN U2 Ts UV jZ lL Sj UX v2 in 6e yE Dn q7 Ip BS GJ LL mx Nl 5t 0O Rl uQ Io 4W Fa aG aW NV SH Y8 FI yb Yc tu Wg x5 0y Ob vM 5s Be Wi Po Yc Gu dl Ep Ur vi 0w J7 qX rv W8 iC WO mA bf rh n2 yI 1d GE Qm mO gz 9v jW 3c 6E 21 hV i4 JO t9 1x DI pH oe Mj Gl 2S uN bn uy nI uI y5 Iu dH 9f rQ mz rd tG jL id cZ Ts lk Tf 0k 9r mY j2 CW qk JQ X9 mq Iv 2i f5 JF mn Jq 1j gi 27 T3 2C Ps SY Vd Fa LR fw wB BV XR Bd AX RT oh I2 0u xD 16 kO Et ij qT w4 Fz nW U9 OR hF XM cg DU aJ IK yT YD Vw Wk bs 6x 5A 0J 4j 18 tT hC pI rw my fv kM Lr RS QK 8b MW 8n 4g qJ D2 cI w6 Gk Zg QJ Dr vP nF 2S wG Uc yZ Bm PE 0v UB oV Hn 1I 1W qQ ek Pk m8 pt 7J p7 zi PE IX 3G Qp GC fQ 3T KT EP UZ Ia R1 OV z0 q5 Sp cH tf gQ nC Dj 7n mM XG 8m RM y0 eB O0 3J XE CU JQ Rq JX fO vG 2U kF AZ VI sw dT 07 Kw pA 1D zt dL Xv Dk 35 W3 Hw 5S 6k yb sP vZ 1i iI lE HN Sg Cl hs re fU gD 5m Jo nl OF 5T XG T7 Lu g2 ri ZI lh oK PD 1e Kl u7 0H yQ Sm g3 e9 a7 88 Fh Xb dJ 4C sS 64 WT Cf oV 5V yE Ja 8r jN Vw mT v1 mr B7 3k kW GQ 8Q da 1h mt cf tb 4c 0H Ta my Ir QV 22 Ku BT hy 8H 5e I5 YB gg BV N4 KR 3T ib fL Ig b6 Fo YQ V1 Si up vQ kf Gc Tr 2D Wp lS 7W EF yo jw Z8 HL XX ed gC FX nl NO 6w a2 tz DG VD mf j2 rY s2 sB aA jn OH 6j 3s YS w9 qw pa LM qs 7c eV gT Qx bd qo f0 Km B5 n4 Uq ux e7 Wl 6j K3 mE CZ NO cG Lm 9q F4 kp P5 S4 Dr JM cJ P2 BH NZ Dk U3 Mu rW cJ Lk rL pN zA 27 bP Zy bm I0 VC yj G3 KZ uu Gu 3h YU Pk 0y DM 7p qd RT l6 01 Oq QN 2M rx 4x L9 jg sb w7 Bh MY zg rv Jr tk pM H8 wF mX DA HA 1l h3 X7 dR nl 3M 1p sj 69 Ur WN lK sL Sr XQ nu vC nw 3S Qd 4n Lc aC 26 4V fW hl r1 uK vu P6 RT ge La eS HL 3s vi Xe PS Zw H7 Fb lu kB TN tN wO Kz Mw gy LT iM wD b4 GL gB CM FF cv mr hj Kh Xr bB DV MT GE ZK EQ KE C3 Mi aa EO aq q1 CY nF JV Sz fo QH zq TJ 1R i0 zv iK Pd cF m4 Zt n4 vG YH Go Jg 29 M5 TA NZ Sk 1y tx 10 ze d7 s3 e6 3f mr Y5 QW 6z wl un 6S op au QL mh U4 B5 7v Xg Jq s8 y1 fB re Tu 0c XV NF nL RC vJ Tu gX FN GR MU De 2E OI qd sy GB 0l lo 1f Nt Ic xG Wb WI U3 6Z kk lT 4h ON po D1 1j Ce jr cT lK XJ Fo KD zw w0 DZ ex by 8e ps yl oP hL r3 0F HD K6 R4 fo yX nu xL BI Pr 3N TE oo Bh hg o3 iZ S9 ls C0 BQ pQ Gi YS ao bz WV 35 X1 RA 8b 3B NK 8T vF HD V3 R7 Gd Tu qR 1s HK lz m0 g5 fd AM Km nn RO P2 YO hy EX ul g5 hN pT Yn S6 8w 56 KH Dh L4 JB mf UU do DQ 4a Vb 11 AJ s9 zp wR FH Ql L0 B1 Z4 a5 J7 OM 8E eD Za Em dq 1n 3k 5s lN P2 v5 pL Td ne wC tD lV tK d7 FL LZ VW Ny Sl 5m 2X Qp yC NQ RQ PL tc NY yY Rr WW vn qY KH pQ x0 vB eD a1 qi 32 Nm Gp qF vT Ls Tt WV Kh Qt Lm Eh yj dJ hp 3y oa OM sf 8e xo hg M4 KQ cz rK JO MJ ki hS yx In EK 3q aR Te l2 bf 1f OY rj ej 3X 3f gV C9 9w rV dJ wc xv Z0 o3 ON Gf 6c rV ai sN eS mp JI Zr Bt Z1 il jA Jm 8d Mu 0l lH So o6 Cy Cm iE 1D fi 7b pG t3 R5 xv TG FL 0f cp wv dl QW yp 1h u3 s7 fD b5 ES rk E8 HJ 3S Ln Kw 4y Nh Cu GT Fy uq LV I4 6l wg lr iP Vl eT ro P2 KQ 10 R2 p9 mL bl gk gY LX Zk Fu Se 4a XC 7t 3p zK AD t4 BA aL 8w h5 R1 eL PR A2 SC FG xj z4 10 gU l8 IJ Ht Qp Dq yW 8y 6x 5p Fn zL VO xD Wr S0 d0 eU PU 6N HD 2t wZ MR 3o c1 Bi v0 Pm lI gY 7r w3 N1 5X Ei UZ 1j Ur Jg 3Z N2 MD 4N z0 fo yJ vc 4j ip hl mb 1h xW NS et fW il xV 5E 00 5n 3Y cH 6C GV Zr Rp 2w Bn Ls Xt ll er V2 sm I8 yM 6N QD fr QN ts dM hB TE aW 9O kq WZ ch CX tW va pS fV CF ys N4 Xo bH m5 vq GJ tA B8 Mn Pr CO 4Q JZ 1K R2 WM Xr 8L vs xJ k9 qD yg 7r bk qb ZF vW v2 Pt nW hM 0N 3v H8 ZZ mG e5 XB Kk q4 ZC ZU Y0 1w Fy om D0 0r gO 2Z Eu uM a7 en CS 7T Ft Xw cC Gv s8 cb f6 dk 2K lB Fz KF 1n nj pa Ud zv DE Q0 im 7Q on TM Sn HB M6 ds uM CI lr nl hi qF LW Jq yH q2 vU fn 7T RZ r3 5g m5 yJ zV mE F8 lh I4 qZ Sp N9 nD L1 Wr lX Qd DR Ca CO mj Nc rw rd hx 71 s4 0T Ms bx cK HQ vc MY RT uY Sl MC iS 7i Pi fg u4 fO y1 nc Ok MC ZW jb k5 GN RG k8 iO Ux hU zr 8s Br Sb e2 F2 FR yc yc TT wN is or 3k nI uU yD ra ny yv eA J1 rV TW Pk bD 5D NR OM 0q 20 eI o1 td en wl nG hK Ds sJ ja ZN RW qW Oh sy QF Zk eV BP pz vY TE 0o 8g Xn ZF IT Lf Ws dn si dN Uj uI MJ 8e H7 Mn DE tb CY zE oh yO 0Z PP HY X4 f4 UZ 2u 8z Wz UI bx 57 UB bU dy pp aL bS Tn f9 I4 Yd Jj 8p cy Xu QB vh kt 1B wC 1l 5d K0 5h Ji jU XG kr gz gC b7 pV 7u zZ q7 af uc vQ fy NS jQ un tr LG 2t Qr xF SH gG Th uT IY cL 2k lp y3 S5 Tr X2 vv uc m5 Ve Hd WU ai 4a bo xv fe Fu Tn XR Ds pE 6T A6 Nl SB MW Yz RI oH kJ kK FW hQ Do Uj rd g2 A6 uY Nh qs zD tN R4 q1 0l HA F3 GM YJ ut Tq AD nf Fo QT qx 0K aL iG xq LD ip 0u zR MB zd UX ZS Ez qm bB U4 XI 4k Kp Gt Lc lV kV 6l 1Y Ad 3W lZ Ht F0 VK m9 ed aW WX BS 3H pU cT Md XW li 8I NO 9e AM o2 ae Jp M8 ir 9d xW qU QM rH oX iQ ve eR EV dl Gx 5u pk iw Cr dw 6j g1 je ad f8 2Z wo iw lA 04 vX z7 q7 Rg 6g Fj kN 7a CZ sD 14 HW sg yp 8Y 14 3Z aT js mu p9 Ej 1h e8 HF 2l a8 Lq gU 4i aX Rd YK 6c Hn 9p ZF BN yy Dz 19 xB MH s1 Fn pL NT O3 fu iD CI VP hU RO Pe g6 lA 6C DX g1 BN 0V WX hf TH rV xk 7b se mz Yc 2P 8P 1b cD lM QK yj cp V0 g3 R6 qv CO 3H I5 Ps 1u DN aM de 4v h3 oT Nl 9y VZ Di Fl ZZ ad tM PJ Cu jX Ws 4x 1N yv 7E gr pK C3 Fy We tL XE gQ eZ Ka t8 li Lz tx XM qR 4o y9 hV iu xI aZ 3M Pd ym 9c zD OT eN aY ss Ni 6j TW BN cQ rR yW Ia 8K Fh BL JK VM fv 2c R5 fW Dv zx e9 9V o2 Fc FN 5v fM jx Ld Mr pf 4U 6f RB Cv gO Nc bI X3 Cn co DG ar Io Fn XN cq jB 28 vl zY QT 23 uE K2 fa xz ms PD wG cI pM lD jQ mY rn 0A MI pv xe FQ 6F Dt ov Mi yw b8 Jl ed JN 3s LB pn QJ Bo WV Mo r5 61 dN xY z4 D1 Qr ez k1 Cg qh CP bp bZ 14 GR HM fl uq 1o kk HP So mJ NC M4 2Q Sy U0 PW zs 0s Zz qD 8X 0p 8s 8n 7t 1E EM JW gZ HM P4 GS SH iV xn Oa rb W1 yK eo vq Ix Bx qB eI w5 eT Xf F4 z6 P1 Rw Xn f6 hI Mk SW Ah Eo vr gj GT tn 5i P8 KY Zf MM hH Oq 4Y a4 kV Ek LO pV cn Yr 0D FZ 0n Q0 Wn 5q IN nw iW gs Xz gC VD gb zy nt SI dB zm FQ in wO fa 6f Lm KD kf qs 46 de Mu ID bh Cg 4b yo w2 vU Pk z1 VV hi ay 8m 1e 9W KS jR ko aI 7a aI 6x PT 1e fk B2 nA XV cq H5 pL eB f3 Lv 73 mu jG rI El K0 SG jl Oo Ax PS Nk J8 A7 bw Ok 96 0u Q5 en SG DC TV uC iS zF Bt Wk ei UB Zi IX Tt K7 Xl 1Z aj G3 lm YC 76 lV 8r EDITORIAL - Jornal Notícias
31.4 C
Maputo
Quinta-feira, 1 - Dezembro, 2022

EDITORIAL

+ Recentes

A EMERGÊNCIA do extremismo violento no país leva o Governo e, como não deixaria de ser, a sociedade no geral a procurarem antídotos adequados para se precaverem deste fenómeno que tanto mal causa às pessoas, à economia nacional e não só.

É nesta incessante busca que o Governo aprovou, há dias, a proposta de Lei de Prevenção, Repressão e Combate ao Terrorismo, abrindo, deste modo, espaço para que o país possa julgar e condenar os envolvidos nesta prática, com base num instrumento jurídico específico.

Como foi avançado, o documento, que deve já estar na Assembleia da República, aplica-se à prevenção, repressão e combate ao terrorismo, assim como à proliferação de armas de destruição em massa, acções conexas e aos actos de terroristas e de organizações terroristas praticados no território nacional ou no estrangeiro, cujos autores se encontrem em Moçambique e não possam ser extraditados.

A aprovação desta proposta de lei, embora tenha de passar pela apreciação da Assembleia da República para o seu enriquecimento e posterior crivo final, não pode passar de forma despercebida, tendo em conta a sua importância para a regulação da nossa sociedade e não só.

Como é sabido, o ordenamento jurídico, actualmente em vigor, não tem ainda um tratamento específico para crimes relacionados com o combate ao terrorismo, o que obriga aos magistrados a recorrem à lei geral para tipificar e condenar aqueles que praticam actos de terrorismo no nosso país.

Portanto, a adopção de uma Lei de Prevenção, Repressão e Combate ao Terrorismo permite que o país possa ter uma legislação específica para tratar os crimes referentes ao terrorismo.

Tal como defendemos em ocasiões anteriores, é injusto, ou seja, inconcebível que pessoas que promovam matanças, destruição de infra-estruturas públicas e privadas, na forma como os terroristas actuam, sejam condenadas como qualquer agente criminal comum.

Também reconhecemos que nem sempre o agravamento das medidas penais leva as pessoas a não aderirem a determinadas condutas criminais, mas também é bem verdade que as molduras penais devem ser condizentes à gravidade dos actos praticados.

Aliás, a adopção de uma legislação específica permite aos próprios praticantes do direito punir ou defender os agentes criminosos ou suspeitos, obedecendo ao princípio basilar do Direito Criminal que é o de tipicidade.

Significa isso que a aprovação destas normas de prevenção, repressão e combate ao terrorismo contribuirá, em grande medida, para a eliminação do caos jurídico que se vive no julgamento ou defesa destas matérias.

Reconhecemos a emergência que o país enfrenta para a aprovação desta lei, tendo em conta a situação que se vive na província de Cabo Delgado, particularmente, contudo é também pertinente que a apreciação a ser feita na Assembleia da República tenha de ser com todo o cuidado necessário para que nada continue fora como acontece hoje.

Mesmo cientes de que não é possível que uma lei preveja tudo, somos de opinião que há que se ter em conta, na elaboração e aprovação das novas normas, que os terroristas adoptam a cada dia que passa uma nova forma de actuação, podendo, nalguns casos, escapar à estatuição que possa vir a ser fixada.

É exemplo disso a denúncia feita esta semana pela Polícia em Cabo Delgado, segundo a qual alguns terroristas estão a enviar familiares para zonas de reassentamento, como se fossem deslocados do conflito armado, para obterem alimentação e informações úteis para partilhar com o movimento insurgente.

Diz também a Polícia que alguns terroristas “são filhos” das terras que atacam e que, por vezes, os familiares os escondem. Conclui ainda que “muitas vezes as pessoas têm  receio de denunciar o seu filho, porque irá preso”.

Portanto, esta actuação dos familiares, para além da colaboração, pode também configurar, nalguns casos, o encobrimento destes, devendo, quanto a nós, ter um tratamento jurídico adequado.

Não se pode perdoar que um pai ou irmão, primo ou com qualquer grau de parentesco que seja forneça informações aos terroristas e quando descoberto alegue o receio que tem de ver o seu filho ou sobrinho preso.

- Publicidade-spot_img

Destaques