Director: Júlio Manjate

O sector da Educação no Niassa recomendou às direcções das escolas localizadas nos distritos que enfrentam dificuldades de acesso, sobretudo na presente época chuvosa, a fazerem a distribuição do livro escolar devolvido pelos alunos, que o receberam no ano lectivo passado.

Ao tomar esta decisão, a Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano diz que pretende prevenir embaraços que podem comprometer o processo de distribuição do material didáctico nos distritos que, segundo previsões, chega a esta província nos próximos dias através da cidade de Cuamba.

Mavago, Mecula, Lago e Nipepe são os distritos de difícil acesso, sobretudo no período chuvoso, segundo Faustino Amimo, director Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano do Niassa.

A fonte explicou que, do conjunto dos manuais disponíveis nesta província, parte é do que sobrou da distribuição do ano de 2019 e outra resulta da devolução feita pelos alunos.

A rede viária destes distritos é terraplanada, o que agravou as dificuldades com a chuva que cai intensamente. Em relação ao Lago, as dificuldades estão relacionadas com o transporte de material escolar por via fluvial.

Não obstante a estes constrangimentos, Faustino Amimo disse que o seu sector prevê receber cerca de um milhão de livros escolares e guiões para alunos e professores da 1.ª a 7.ª classes. E comparado com as quantidades recebidas no ano passado, Amimo fala de um aumento de 128.874 livros.

Destes livros, 979.800 unidades destinam-se aos alunos e 9800 vão para os professores que receberão ainda 10.400 guiões para a sua orientação escolar.

O material escolar de distribuição gratuita será transportado do Porto de Nacala, na vizinha província de Nampula, para a cidade de Cuamba através do comboio de mercadorias, numa viagem que possa durar alguns dias.

A partir das cidades de Lichinga e Cuamba, o livro escolar será levado para os distritos do norte e sul da província, respectivamente, através da empresa Amílcar Jafar contratada, para o efeito, pelo Governo central.

Para prevenir desvios do material escolar e posterior colocação no mercado paralelo, o governo do Niassa criou equipas multissectoriais para assegurar a monitoria durante o processo de distribuição, envolvendo a PRM, Educação e organizações da sociedade civil.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction