Director: Júlio Manjate

Novos produtos visando melhorar o acesso aos serviços de seguro vão ser implementados no país, no quadro do projecto denominado “Acelerador do Seguro Inclusivo”, cuja concepção tem em conta a necessidade de introduzir produtos micro capazes de tornar esta actividade mais abrangente. 

Lançado pelo Instituto de Supervisão de Seguros de Moçambique (ISSM) e o Financial Sector Deepening Moçambique (FSDMoç), o projecto “Acelerador do Seguro Inclusivo” deverá estimular a oferta de produtos de seguro; capacitar os provedores de serviços em matéria de desenho de produtos; promover a consciencialização sobre os seguros e aprimorar o ambiente regulador para a expansão do seguro inclusivo.

Dados tornados públicos no acto recente do lançamento do “Acelerador do Seguro” indicam que a primeira etapa do projecto terá a duração de três meses, ou seja, de Janeiro a Março de 2020.

Os operadores do mercado seleccionados para participar do “Acelerador do Seguro Inclusivo” irão beneficiar de assistência técnica fornecida pela FinProbity Solutions, empresa de consultoria contratada para apoiar no desenho de produtos; definição de preços e desenvolvimento de planos de negócios.

A FinProbity Solutions também apoiará o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades em desenho, centrado no homem; produção de protótipos de produtos financeiros inclusivos e uso de ferramentas de desenvolvimento organizacional, visando servir os clientes de forma adequada.

Falando no acto do lançamento do projecto, a presidente do Conselho de Administração (PCA) do ISSM, Otília Santos, referiu que em 2016 o Governo aprovou a Estratégia Nacional de Inclusão Financeira, a qual elegeu a literacia financeira e o desenvolvimento do micro-seguro como alguns dos meios para acelerar a inclusão da população excluída neste mercado.

Para a materialização destes objectivos, o instituto promove acções visando tornar o sector de seguros mais dinâmico e sólido, através da educação do consumidor a vários níveis, incluindo a promoção de acções para a introdução de matérias de seguros nos curricula escolares, promoção do desenho de apólices simplificadas e estímulo aos operadores para incrementarem os seus pontos de acesso aos serviços de seguro.

Por outro lado, a directora executiva do FSDMoç, Esselina Macome, explicou que a sua instituição está comprometida em apoiar os participantes do sector e o ISSM no desenvolvimento de soluções de seguros inovadores e acessíveis.

“O FSDMoç vai facilitar a criação de capacidade na abordagem de desenho centrado no homem para promover a concorrência e a diversidade de produtos no mercado”, assegurou a dirigente.

Enquanto isso, o consultor designado pela FinProbity, Lemmy Manje, disse que “o seguro, se bem projectado e distribuído, pode melhorar a gestão de riscos para vários segmentos do mercado. Infelizmente, o seguro é geralmente o serviço financeiro menos utilizado. Como muitos sectores de seguros em desenvolvimento, os níveis de acesso e penetração em Moçambique são baixos”.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction