Imprimir
Categoria: Breves
Visualizações: 864

O INSTITUTO Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM) denunciou ontem o aumento decasos de burlas com recurso ao telefone celular. Em comunicado, a Autoridade Reguladora das Comunicaçõesrefere que nos últimos tempos têm sido recorrentes os crimes de vária ordem, como “a extorsão de valores com promessas de

emprego, através de contas bancárias, bem como de contas de moeda electrónica (MPesa, MKesh e e-Mola), incluindo as da Internet”. Perante isto, o INCM apela aos consumidores e utilizadores dos serviços públicos e privados das comunicações para que estejam atentos e colaborem na denúncia dessasburlas e de outros crimes praticados via telefone celular, “visando o seu desmantelamento, bem como o reforço da segurança do cidadão”.

Vacinação porta-a-porta em Marávia

O DISTRITO de Marávia, província de Tete, lançou ontem a campanha de vacinação de notificação obrigatória porta-a-porta para crianças menores de cinco anos e idade. Segundo o director do Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Acção Social de Marávia, António Jaime, devido a problemas de documentação para a verificação da idade das crianças, a campanha de vacinação basear-se-á nos documentos de nascimento existentes nas unidades sanitárias.

Secretário de Estado pede mais empenho contra a Covid-19

O SECRETÁRIO de Estado de Cabo Delgado instou os profissionais de saúde a redobrarem esforços na prevenção do novo coronavírus. Num encontro recente com aquela classe profissional no distrito de Mecúfi, Armindo Ngunga, explicou que, quando a mensagem da saúde pública vem do próprio pessoal da saúde, o peso e a percepção junto da população é mais credível. A preocupação das autoridades governamentais provinciais é cada vez mais crescente, quando Cabo Delgado é actualmente o epicentro da Covid-19 no país.