Director: Lázaro Manhiça

Decorre, hoje, no Ministério da Administração Estatal e Função Pública (MAEFP), em Maputo, a  assinatura de acordos tripartido sobre programa de promoção da governação descentralizada, entre o PNUD (financiador), MAEFP e Ministério da Economia e Finanças (beneficiários e implementadores).

Um comunicado de imprensa que o “Notícias teve acesso hojeindica que os acordos visam apoiar o papel de liderança do MAEFP e MEF para a uma gestão responsiva, inclusiva, de prestação de contas em situação de crises emergentes; assegurar a continuidade das operações e aumentar a prontidão do Governo; identificar riscos-chave e propor medidas de mitigação.

Por outro lado, procura consolidação da paz, equidade e participação cívica; governação mais proactiva e responsável  e a economia local inclusiva e equitativa, com melhores condições económicas para mulheres e segmentos vulneráveis.

Comments

REPRESENTANTES do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, do Fórum Nacional dos Produtores do Algodão (FONPA), Associação Algodoeira de Moçambique (AAM) e gestores das empresas de fomento do algodão reúnem-se hoje, em Maputo, para discutir o novo preço da cultura a ser praticado este ano.

O encontro, que contará com a participação do Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, deverá também servir para a apreciação da campanha algodoeira e avaliar as perspectivas para os próximos tempos. 

UniZambeze integra painel de pesquisadores africanos

A UNIVERSIDADE Zambeze (UniZambeze) faz parte de um painel de pesquisadores de universidades de vinte países africanos que estão a desenvolver um projecto internacional sobre as alterações de comportamentos alimentares, face à pandemia da Covid 19.

Em Moçambique, o projecto está a ser desenvolvido por cientistas e pesquisadores das faculdades de Engenharia Alimentar e de Ciências de Saúde da Universidade Zambeze.

Segundo Nobre dos Santos, reitor da UniZambeze, com o novo coronavírus no país, os hábitos alimentares das famílias moçambicanas podem sofrer alterações, face à redução da mobilidade das pessoas.

Tete com défice de vacinas contra febre aftosa

A PROVÍNCIA de Tete tem um défice de vacinas contra a raiva e febre aftosa. Entretanto, a directora provincial da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Odete Naftal, acredita que a província poderá receber as vacinas ainda este mês.

“Se não recebermos as vacinas, o nosso plano de actividades poderá ser afectado”, disse, acrescentando que Tete já recebeu 33.290 doses de vacina contra carbúnculo hemático e 65.600 de carbúnculo sintomático.

Indicou que o processo decorre sem violar as regras de prevenção contra a pandemia de Covid-19.

Comments

DUAS pessoas perderam a vida durante o fim-de-semana e outras seis foram resgatadas na sequência de um naufrágio ocorrido na cidade de Quelimane, província da Zambézia.

A embarcação, de pequenas dimensões, transportando oito pessoas, fazia a travessia do rio dos Bons Sinais, na região de Chuabo-Dembe, saindo de Quelimane para o distrito de Inhassunge.

A informação foi avançada ontem pelo porta-voz da Polícia daRepública de Moçambique (PRM)na Zambézia, Sidner Lonzo.

INAE intensifica fiscalização

A INSPECÇÃO Nacional dasActividades Económica (INAE) está a intensificar a sua actuação de modo a contribuir para o cumprimento das medidas aprovadas no âmbito do estado de emergência. 

O facto foi avançado recentemente, na cidade de Maputo, pela inspectora-geral da INAE, Rita Freitas, na recepção de material de prevenção da Covid-19, doado pela Comunidade Mahomentana. 

Trata-se de túnel de desinfecção e mil máscaras de protecção facial, que segundo Rita Freitas vão contribuir na protecção dos inspectores nacionais nas suas actividades.

Escasseiam produtos básicos em Mágoè

NO distrito de Mágoè, em Tete, produtos de primeira necessidade estão a escassear devido aos efeitos da pandemia do coronavírus. Segundo a Rádio Moçambique, o açúcar e ovos são produtos em falta nos estabelecimentos comerciais.

A administradora do distrito de Mágoè, Helena Mabica, disse que o Executivo local está a mobilizar os comerciantes para não especularempreços.

Quatro empresas suspendem actividades em Cabo Delgado

QUATRO empresas suspenderam temporariamente as suas actividadesna província de Cabo Delgado, concedendo férias colectivas aos seus colaboradores, das trinta e duas que comunicaram ao sector do Trabalho e Segurança Social sobre o impacto da Covid-19na província.

Outras duas empresas accionaram o regime de teletrabalho e oito rescindiram contratos de trabalho com os direitos dos trabalhadores acautelados.

Comments

O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, dirige-se hoje à nação para fazer uma comunicação sobre os 100 dias de governação, completados no dia 25 deste mês.

Na sua declaração, o Chefe do Estado partilhará com os moçambicanos informação sobre o estágio actual do desenvolvimento socioeconómico e político-cultural, bem como as perspectivas e desafios da sua governação. Importa recordar que o Presidente Filipe Nyusi tomou posse para o segundo mandato de governação a 15 de Janeiro de 2020.

Exxon Mobil doa material de higiene

A EXXON Mobil doou 6700 máscaras, 165 litros de álcool-gel e mais de 25 mil pares de luvas às autoridades da Saúde moçambicanas para o combate ao novo coronavírus, anunciou a multinacional, numa nota recebida na Redacção do “Notícias”. 

“A nossa intenção é fazer parte da resposta à crise através de apoio directo às nossas comunidades anfitriãs neste período de necessidade”, lê-se na nota.

A petrolífera norte-americana lidera, com a italiana ENI, o consórcio de exploração do gás natural da Área 4 da Bacia do Rovuma, ao largo da costa da província de Cabo Delgado.

Desconhecidos vandalizam painéis de sinalização na EN1

DESCONHECIDOS vandalizaram, há dias, painéis de sinalização rodoviária recentemente colocados na ponte sobre o rio Momed, na Estrada Nacional Número 1 (EN1), no troço Nicoadala-Chimuara, para limitar a carga dos automóveis.

Moisés Nunes, delegado da Administração Nacional de Estradas (ANE) na Zambézia, disse que os painéis foram colocados a escassos dias da obrigatoriedade de limitação da carga na ponte.

Comments

O GABINETE da Primeira-Dama lança, em parceria com a Fundação Merck, prémio de jornalismo destinado aos profissionais dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

O concurso decorre sob o lema “Elevação da Consciência Sobre Como se Manter São e Salvo Física e Mentalmente Durante a Ocorrência da Pandemia do Coronavírus”.

Esta competição, aberta a jornalistas nas categorias de imprensa, rádio, televisão e plataformas digitais, visa estimular, reconhecer e gratificar os melhores trabalhos que contribuam para a elevação contínua dos conhecimentos e sensibilidade sobre o novo coronavírus.

Taxistas recebem máscaras na Zambézia

O CONSELHO Municipal da Vila de Milange, na província da Zambézia, começou ontem a distribuir duas mil máscaras de fabrico caseiro para taxistas de bicicletas e motorizadas, no âmbito da prevenção da propagação do novo coronavírus. A medida visa apoiar aquele grupo profissional a cumprir com o decreto governamental que orienta o uso de máscaras para taxistas de bicicletas, moto-taxistas e os respectivos passageiros.

Suspensa circulação do barco Tchambo

A CIRCULAÇÃO do barco Tchambo nas rotas Moçambique-Malawi e Moçambique-Tanzania, no lago Niassa, encontra-se como parte das medidas para conter a propagação do novo coronavírus. A decisão deve-se ao facto de os portos de Metangula e Cóbuè, onde o barco ancora, serem locais de risco de transmissão da pandemia, devido à grande concentração de pessoas, de entre nacionais e estrangeiros que procuram aquele meio de transporte. O barco, com a capacidade de 100 pessoas e duas viaturas por viagem, facilitava a circulação de pessoas e bens ao longo da costa do lago Niassa e para os dois países vizinhos

O número de infectados pela Covid-19 em África subiu para 22.275, dos quais 5489 recuperaram da doença, registando-se já 1119 mortos, revelou hoje o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC).

INCM volta a licenciar serviços portais

 

O INSTITUTO Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM), Autoridade Reguladora das Comunicações, decidiu isentar a taxa de aquisição de números curtos com objectivo de divulgar a prevenção da Covid-19 e suspender o cancelamento dos licenciamentos dos serviços portais e de telecomunicações que vençam no período de vigência do Estado de Emergência. De acordo com um comunicado recebido na nossa Redacção, os operadores de telecomunicações devem disponibilizar, de forma gratuita, o encaminhamento de chamadas para números atribuídos às autoridades sanitárias, para garantir o rastreamento de pessoas em quarentena e em isolamento.O comunicado refere ainda que os operadores de telecomunicações devem disponibilizar o acesso à Internet, de forma gratuita, às autoridades sanitárias, às plataformas educacionais e aos sites das instituições de ensino a nível nacional.

Comments

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction