O Movimento Democrático de Moçambique (MDM), com apenas dois assentos na Assembleia do Conselho Autárquico da Matola, está agastado com aquilo que considera traição de um dos membros da Renamo que encaminhou o seu voto a favor do partido Frelimo, na eleição do presidente daquela assembleia.

Renato Muelanga disse que o MDM foi orientado a apoiar a Renamo que tem 28 assentos, por isso, era suposto que, ganhasse a eleição para presidente , vice-presidente e secretário da mesa da assembleia autárquica, mas a Frelimo saiu vencedora com 30 votos, porque alguém da Renamo votou no partido Frelimo que tem 29 assentos.

Segundo ele, isto indica que alguém da Renamo votou na Frelimo, traindo desta forma o plano traçado.

Muelanga garantiu que do lado do MDM cumpriu-se o combinado com o seu colega, e para provar isso, tiraram fotos dos boletins de voto assinalados, e trocaram essas imagens para que não haja sombra de dúvida.

Por seu turno, o cabeça de lista da Renamo, António Muchanga, disse que a manifestação de um dos membros do MDM em frente às urnas durante o depósito de seus votos, deixou claro que haviam feito algo errado.

Muchanga acrescentou que, ele e o seu partido contavam com o apoio do MDM para ganhar a maioria de votos.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction