Imprimir
Categoria: Beira
Visualizações: 1443

UMA linha de produção de álcool em gel está a ser desenvolvida no laboratório do Instituto Superior de Ciências e Tecnologia Alberto Chipande (ISCTAC), na cidade da Beira, com vista a contribuir para  responder à  procura deste produto medicinal para a prevenção do novo coronavírus no país.

Para concretizar a iniciativa, segundo o vice-reitor daquela instituição de ensino superior, Júlio Taimira,  o ISCTAC conta com três especialistas doutorados em Química e dois  técnicos  de  laboratório  que, numa primeira fase, pretendem produzir cerca de mil frascos de 50 mililitros em 15 dias.

A fonte revelou ainda que os primeiros lotes a serem produzidos serão disponibilizados ao Governo porque o foco da instituição não é propriamente a comercialização, mas sim a responsabilidade social junto das comunidades.

Neste sentido, o ISCTAC propõe-se a entregar a determinadas  unidades sanitárias carenciadas, como o Centro de Saúde da Munhava e o Hospital Rural do Búzi, tendo em conta o contexto em que funcionam depois de terem sofrido com o ciclone Idai no ano passado.

“Pretendemos ajudar o Governo em mecanismos de prevenção desta pandemia”, sublinhou o vice-reitor, assegurando que o álcool a ser produzido está dentro dos padrões recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por outro lado, Taimira deu a conhecer que o ISCTAC vai partilhar a sua experiência com outras instituições de ensino superior no país, como contributo que poderá ser usado por todos no combate à Covid-19.