Imprimir
Categoria: Assim vai o mundo
Visualizações: 18781

O SECRETÁRIO de Estado para a Saúde Pública angolano assumiu domingo, em Benguela, litoral centro de Angola, que o país tem um défice de 2.225 unidades de saúde, admitindo que as 1.175 em funcionamento são insuficientes.José Vieira da Cunha falava na sessão de encerramento do I Congresso Internacional de Ciências Médicas da Faculdade de Medicina da Universidade Katyavala Bwila, na capital da província homónima, que juntou cerca de 300 congressistas.Numa intervenção essencialmente virada para a necessidade de humanização dos serviços de saúde e da sua proximidade às comunidades, o secretário indicou que as iniciativas governamentais para a melhoria da saúde e da prestação de serviços passam pela descentralização e integração local dos diferentes sectores.