Imprimir
Categoria: Capital
Visualizações: 4428

ARRANCA hoje o desassoreamento e limpeza dos cerca de oito quilómetros do canal de Mulaúze, facto que é visto pelos produtores como um estímulo para o incremento da produção de hortícolas.

O empreiteiro encarregue de executar os trabalhos deverá, igualmente, reabilitar e melhorar as comportas e pontecas para permitir um melhor controlo do fluxo de água e o trânsito de pessoas e bens, respectivamente.

Orçadas em cerca de 20 milhões de meticais, as obras são financiadas pelo Governo da Província de Maputo, através da Direcção da Agricultura e Segurança Alimentar, e terão a duração de noventa dias.

Carla Albino, representante da Direcção da Agricultura e Segurança Alimentar, disse que a vala serve a cerca de 3800 pessoas, de 13 associações agrícolas.

A intervenção, tal como indicou a fonte, é um trabalho de rotina, sendo que acontece de dois em dois anos. Geralmente, a intervenção é feita antes da época chuvosa, para evitar inundações.

“Estamos a aproximar da época chuvosa, por isso esperamos que o empreiteiro cumpra rigorosamente com os prazos”, disse.

Fernando Parruque, representante dos camponeses, disse que com esta intervenção os membros das associações estão mais motivados para a prática da agricultura.