Director: Lázaro Manhiça

ARRANCA ainda este ano, no posto administrativo de Nhangau, arredores da cidade da Beira, a construção de um matadouro de crocodilos. Neste momento, estão em curso contactos com as autoridades nacionais para a sua credenciação.

O facto foi revelado ao nosso Jornal pela administradora da Associação Agro-pecuária (AGRIPEC), Zita Guimarães, que explicou que se pretende com a iniciativa apostar na exportação da carne deste réptil.

Segundo Zita Guimarães, o futuro matadouro deverá ter capacidade de abate de 200 crocodilos por dia.

Além da carne, está também prevista a exportação de seis a sete mil peles do réptil ainda este ano da Beira para Itália, Coreia do Sul e Portugal.

Em relação ao ano passado, Zita Guimarães revelou que foram colocadas naqueles mercados mais de cinco mil peles de crocodilos.

Zita revelou ainda que a AGRIPEC projecta exportar a carne de crocodilo também para Ásia, preferencialmente a China, processo que está actualmente apenas dependente da emissão de uma licença pelos Serviços Provinciais de Veterinária.

A administradora da AGRIPEC assegurou que a sua associação tem capacidade de exportar anualmente entre 30 e 50 toneladas de carne de crocodilo, sobretudo a sua cauda, pois conta com mais de 27 mil crocodilos e 5328 ovos expostos em cerca de 30 pavilhões instalados no posto administrativo de Nhangau.

Para incrementar essa capacidade, revelou que a associação tem uma meta anual de recolhade 2000 ovos, operando, para tal, ao longo do rio Zambeze, concretamente nos distritos de Chemba, Caia e Marromeu, onde incentiva as comunidades ribeirinhas acapturarem os bichos e recolherem seus ovos.

Crocodilos “mansos”

Zita Guimarães aproveitou a ocasião para tranquilizar que os crocodilos criados em Nhangau já não constituem perigo para o homem, graças à experiência de “convivência” adquirida pelos respectivos técnicos no vizinho Zimbabwe.

A administradora da AGRIPEC fez esta afirmação em reacção à captura, há dias, de um crocodilo na zona da Manga.

Garantiu ainda que todos os animais daquela espécie na sua estância turística estão protegidos e dentro de um muro de vedação.

Comments

DOZE escolas primárias completas da cidade da Beira vão receber tendas para salas de aulas, para em virtude de as convencionais ainda se encontrarem em processo de reabilitação.

Segundo o director distrital da Educação da Beira, Nacer de Sousa, a montagem das tendas já iniciou nas Escolas 1° de Maio e 1 de Junho sendo que para benefício desta última estão a ser colocadas no recinto do Pavilhão dos Desportos desta urbe, no bairro da Ponta-Gêa.

Para o caso da EPC Mulheres Macombe, a nossa fonte explicou que decorrem negociações para a sua montagem no campo de futebol anexo àquele estabelecimento de ensino.

Entretanto, sobre a Escola Secundária e Pré-Universitária Samora Machel, onde apenas estão em curso as aulas das classes com exames, nomeadamente 10ª e 12ª  classes, Nacer de Sousa recordou que uma parte das salas também está em obras.

Revelou, no entanto, que ao longo da presente semana serão montadas tendas no campo de futebol da instituição de modo que os alunos de classes sem exames possam igualmente retomar as aulas.

Enquanto isso, de acordo com a nossa fonte, o sector está em negociações com a empresa Caminhos de Ferros de Moçambique (CFM) no sentido de ceder as 32 salas da Escola Ferroviária. 

Comments

CONDUTORES da cidade da Beira viveram na manhã de hoje (05) um enorme congestionamento no tráfego automóvel, devido a um camião-cisterna que tombou durante a madrugada nas proximidades dos semáforos da Munhava.

A viatura circulava no sentido bairro do Vaz-Porto da Beira, naquela rodovia o que obrigou a presença da Polícia para regular o trânsito.

O acidente resultou em avultados danos materiais e a remoção dos destroços do camião obrigou à intervenção de uma grua pesada o que resultou na paralisação, da circulação de viaturas por um longo período matinal e atrasos.

As autoridades policiais no local, consideram o excesso da velocidade como a causa do sinistro em virtude de o automobilista não ter conseguido dominar o entroncamento.

O condutor do camião, um cidadão zambiano, identificado como Jhofren William, alegou a fadiga e a deficiência mecânica como principais causas do sinistro, pois um dos pneus frontal estoirou provocando uma travagem brusca que resultou no seu capotamento.

Testemunhas oculares apontam que casos semelhantes são frequentes naquela zona de intenso tráfego sendo que o último episódio provocou a morte de cinco pessoas da mesma família quando um camião despistou-se e invadiu uma residência nas bermas da plataforma das faixas de rodagem.

Por isso, a autoridade reguladora do Código de Estradas apela aos automobilistas no sentido de observarem rigorosamente a condução defensiva para evitar danos humanos e materiais.

Comments

UMA cidadã de 28 anos de idade morreu recentemente na praia do Estoril, na cidade da Beira, vítima de uma descarga atmosférica. Trata-se de Lipsa Lino, mãe de três filhos, que se encontrava durante a madrugada de sábado (27) a comprar peixe na praia.

“Estávamos na praia a comprar peixe logo nas primeiras horas do sábado (27) quando começou a chover e a trovejar o que atingiu duas pessoas uma das quais ficou teve várias queimaduras e acabou por perder a vida”, explicou ao nosso “Notícias”, Aissa Selemane, vendedeira que testemunhou a ocorrência.

De acordo com Aissa Selemane, quando aconteceu o barulho da trovoada todas as pessoas deitaram-se na areia mas depois descobriram que afinal havia uma pessoa morta.

Por sua vez, o esposo da vítima, Hermínio País, de 35 anos de idade, morador da zona de Manganhe, contou que a sua esposa não tinha hábito de ir à praia.

"As amigas vieram informar-me do sucedido por volta das 6 horas fui ao local e encontrei a minha esposa já morta", explicou.

Comments

RETOMAM amanhã, segunda-feira (29), as aulas nas tendas montadas na Escola Secundária e Pré-universitária Samora Moisés Machel, na cidade da Beira, devido ao processo de reabilitação do edifício.

A garantia foi dada ao “Notícias” pelo director distrital da Educação, Juventude e Tecnologia, Nacer de Sousa, sublinhando que durante o final de semana seriam  instaladas tendas no campo de futebol da escola para servirem de salas até à conclusão das obras.

"Já mobilizamos tendas com os nossos parceiros e caso nos entreguem o número que solicitamos vai chegar para cobrir todas as turmas. Caso contrário, algumas salas reabilitadas deverão ser ocupadas", explicou, acrescentando que, para evitar atrasos, outro grupo de alunos deverá ocupar os locais onde não estejam a decorrer trabalhos.

Quanto às aulas perdidas a fonte garantiu que os professores terão capacidade de recuperá-las.

Segundo a directora da Escola Samora Machel, Fina Duarte, estão matriculados para o presente ano lectivo 5.011 alunos da 8ª a 12ª classe sem incluir os do curso nocturno que passam para ensino à distância.

Relativamente às novas disposições impostas pela pandemia da Covid-19, Fina Duarte explicou que a sua instituição segue o programa elaborado pelo Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano no sentido de formar turmas de 25 alunos.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction