Director: Lázaro Manhiça

ARRANCOU ontem o processo de  inscrição das 63.687  famílias vulneráveis residentes na cidade da Beira para beneficiar, por um período de seis meses, de um subsídio mensal de 1.500 meticais, no âmbito de prevenção e controlo da pandemia do novo coronavírus.

O facto foi tornado público, esta terça-feira (26), pela directora dos Assuntos Sociais em Sofala, Priscilla Filimone, durante a sessão semanal ordinária do Comité Operativo de Emergência em Saúde Pública, acrescentando que o processo de levantamento devera durar 30 dias.

Segundo a fonte, a ajuda, que será canalizada através do Instituto Nacional de Acção Social (INAS), tutelado pelo Ministério do Género, Criança e Acção Social, visa mitigar os efeitos nefastos do novo coronavírus no seio desta camada social, entre idosos desamparados, doentes crónicos, crianças chefes de famílias e mulheres grávidas sem renda, residentes nos 26 bairros da cidade da Beira.

Com vista a permitir maior flexibilidade no registo dos beneficiários, o delegado do INAS naquela urbe, Abdul Rakak, solicitou ajuda a estudantes e professores, uma vez que as actividades lectivas se encontram  interrompidas no país devido à pandemia do coronavírus.

(Horácio João)

Comments

A MINISTRAdo Mar, Águas Interiores e Pescas, Augusta Maita, recomendou ontem,aos pescadores artesanais do Centro de Pesca da Praia Nova,na cidade da Beira, para identificarem formas alternativas e inovadoras de comercializar o  pescado neste período de restrições. Sugeriu, por exemplo, que os pescadores fizessem entregas dos seus produtos ao domicílio para os compradores assíduos, em vez de esperar potenciais clientes que vão ao seu encontro. Leia mais

Comments

UM indivíduo espancou há dias a sua  esposa na cidade da Beira por esta ter exigido que ele se submetesse ao processo de rastreamento contra o coronavírus, depois de regressar de uma viagem.

A denúncia foi feita pela para-legal ao serviço da organização Mulher, Lei e Desenvolvimento (MULEIDE), Júlia Garrine.

Falando à margem de uma conferência de imprensa levada a cabo pela “Woman Law in Southern Africa” (WLSA) naquela parcela do país, a fonte contou-nos que a mulher, sabendo que o esposo acabava de regressar de uma viagem por alguns países com casos desta pandemia, exigiu que ele tomasse precauções, algo que foi visto pelo seu parceiro como uma afronta.

Perante esta situação, Júlia Garrine alertou para a necessidade de se proteger este grupo social porque, segundo suas palavras, neste tempo de confinamento há grandes  probabilidades de os casos de violência doméstica aumentarem.

Por sua vez, o representante da WLSA em Sofala, Rildo Rafael, revelou que a presença da Covid-19 fez com que se reestruture o projecto adequando suas mensagens para ajuda a mulher.

Comments

Um dos três feridos no ataque armado que provocou um morto no domingo em Nhamatanda foi transferido para o Hospital Central da Beira (HCB), devido à gravidade do ferimento na face, disse ontem à LUSA fonte médica.

“A paciente foi transferida na segunda-feira para o HCB (província de Sofala) porque precisa de uma intervenção de um neurocirurgião”, devido à gravidade da ferida na face, que provocou uma fractura, disse Lara de Melo, directora do banco de socorro do Hospital Provincial de Chimoio (HPC), na província de Manica, que era o hospital mais próximo do local do ataque.

Além dos três feridos, uma pessoa morreu durante a sequência de ataques armados contra três autocarros no domingo na zona de Matenga, Nhamatanda, junto à Estrada Nacional 1.

Os autocarros foram crivados de balas, segundo testemunhas, com disparos a partir de uma colina, pouco depois das 7.00, quando circulavam 30 quilómetros a norte de Inchope, o principal cruzamento rodoviário do centro do país.

Os outros dois sobreviventes, uma criança e um adulto, continuam internados na ala de cirurgia e ortopedia do HPC, com um quadro “estável” e a “evoluir muito para o melhor”, afirmou Lara de Melo.

Em declarações à LUSA na segunda-feira, um dos condutores contou que o ataque “foi algo rápido”.

“Só vimos o carro a ser regado de balas numa mata”, referiu, acrescentando que “uma senhora morreu, e mais três pessoas ficaram feridas”.

Dois autocarros da Nagi Investiment faziam a ligação Beira-Quelimane e Chimoio-Nampula, e o terceiro autocarro da CityLink fazia o troço Beira-Nampula, tendo todos sido alvejados nos perfis laterais esquerdo, do lado dos passageiros.

(Notícias/Lusa)

Comments

A POLÍCIA da República de Moçambique (PRM), em coordenação com as autoridades municipais, está a desencadear, desde ontem, uma operação de dispersão de pessoas nos mercados e outros aglomerados na cidade da Beira.

Para o efeito as autoridades recorrem a cães e jatos de água, no âmbito das medidas de prevenção e controlo da pandemia do novo coronavírus.

A campanha, que nos últimos dias arranca depois das 17 horas, já escalou os bairros periféricos de Maquinino, Goto e Praia Nova, sendo que a Polícia Canina até penetra nas zonas de difícil acesso.

Enquanto isso, uma viatura do Serviço Nacional de Salvação Pública, vulgo Bombeiros, também procura dispersar os vendedores informais nas barracas e passeios, numa operação que arrancou ainda esta semana no maior mercado informal da zona centro do país, no bairro do Goto.

As medidas estão a ser executadas poucas horas depois de o Comité Operativo de Emergência em Saúde Pública, reunido segunda-feira na Beira, ter deliberado pela necessidade de as autoridades policiais passarem da fase de sensibilização para a autuação a todos os violadores das medidas do estado de emergência nacional.

A secretária de Estado de Sofala, Stella Zeca, referiu-se à necessidade de se trabalhar arduamente para a observância das medidas de prevenção, sobretudo depois de aquela região ter registado, na semana passada, os primeiros casos positivos da doença.

“A fiscalização nos aglomerados de pessoas, o cumprimento obrigatório do decreto presidencial do estado de emergência constam do rol das nossas prioridades nos dias que se seguem”, sustentou Stella Zeca.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction