Director: Lázaro Manhiça

Quatro ventiladores foram entregues na Beira ao Governo da província de Sofala pela Cornelder de Moçambique, como contributo nos cuidados intensivos a eventuais doentes graves da pandemia do coronavírus nesta região do país.
Na ocasião, o administrador-delegado da entidade gestora do Porto da Beira, Jan d'Vries, explicou  que o equipamento foi fabricado no Brasil e  importado via África do Sul.
A oferta inclui acessórios, máscaras e culminará com a instalação do sistema de oxigénio e ar comprimido no Hospital 24 de Julho. 
Por outro lado, a Cornelder de Moçambique celebrou com as autoridades governamentais na província de Sofala um memorando de entendimento para a reabilitação da enfermaria de epidemias dos Pioneiros, representando, na globalidade, um investimento de 12 milhões de meticais.
Na mesma circunstância, o Grupo da Ferragem Chiveve também ofereceu diverso material constituído por uma bomba pulverizadora, 50 baldes com torneiras e igual número de utensílios simples, além de 150 barras de sabão para a lavagem das mãos.
Reagindo aos dois gestos, a secretária de Estado da província de Sofala, Stella Zeca, agradeceu, recordando que os casos de coronavírus estão a aumentar, embora ainda não tenhamos registo na nossa província de Sofala e na cidade da Beira.
“Mesmo assim, não devemos relaxar. Hoje recebemos estas contribuições que esperamos que se estendam a outras entidades” - apelou.
Sublinhou que os primeiros quatro ventiladores para assistência aos doentes não devem reduzir a preocupação na observância das medidas de prevenção, que continuam a ser a melhor forma de combater a doença.
Comments

UMA linha de produção de álcool em gel está a ser desenvolvida no laboratório do Instituto Superior de Ciências e Tecnologia Alberto Chipande (ISCTAC), na cidade da Beira, com vista a contribuir para  responder à  procura deste produto medicinal para a prevenção do novo coronavírus no país.

Para concretizar a iniciativa, segundo o vice-reitor daquela instituição de ensino superior, Júlio Taimira,  o ISCTAC conta com três especialistas doutorados em Química e dois  técnicos  de  laboratório  que, numa primeira fase, pretendem produzir cerca de mil frascos de 50 mililitros em 15 dias.

A fonte revelou ainda que os primeiros lotes a serem produzidos serão disponibilizados ao Governo porque o foco da instituição não é propriamente a comercialização, mas sim a responsabilidade social junto das comunidades.

Neste sentido, o ISCTAC propõe-se a entregar a determinadas  unidades sanitárias carenciadas, como o Centro de Saúde da Munhava e o Hospital Rural do Búzi, tendo em conta o contexto em que funcionam depois de terem sofrido com o ciclone Idai no ano passado.

“Pretendemos ajudar o Governo em mecanismos de prevenção desta pandemia”, sublinhou o vice-reitor, assegurando que o álcool a ser produzido está dentro dos padrões recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por outro lado, Taimira deu a conhecer que o ISCTAC vai partilhar a sua experiência com outras instituições de ensino superior no país, como contributo que poderá ser usado por todos no combate à Covid-19.

Comments

PERTO de 300 famílias viram-se forçadas a abandonar as suas residências ao princípio da noite de quarta-feira última, na Praia Nova, cidade da Beira, devido a mais uma invasão das águas do mar.

Na circunstância, as famílias refugiaram-se nos corredores dos prédios vizinhos, levando consigo alguns dos seus pertences.

Já na manhã de ontem, a nossa Reportagem esteve no local onde testemunhou que as águas estavam a reduzir, propiciando que as pessoas começassem a regressar aos seusaposentos.

“Quando a água começou a entrar eu estava no mercado grande a vender. Ninguém me informou e assim perdi a farinha que tinha em casa. Os meus vizinhos conseguiram salvar parte dos seus bens porque estavam próximos”, contou-nos uma moradora que se identificou como Fátima.

A zona da Praia Nova é das mais vulneráveis aos efeitos das marés altas na cidade da Beira. Por essa razão, as autoridades, repetidas vezes, aconselharam as pessoas a retirarem-se, mas estas não acatam sob alegação de que só ali podem encontrar o seu sustento.

No ano passado, na sequência do ciclone Idai, foram retomados os apelos para os moradores saírem definitivamente, mas, de novo,sem sucesso.

O autarca Daviz Simango apareceu publicamente a dizer que em caso de choques ambientais como inundações nenhum apoio seria canalizado às vítimas, pois já foram convidadas a abandonar a área. No entanto, as pessoas voltaram a ignorar as recomendações e mantêm-se nesta zona de alto risco.

Sobre esta nova situação, Daviz Simango reafirmou que o problema da invasão das águas do mar só poderá cessar caso haja um trabalho profundo de protecção costeira.

Voltou a afirmar que, do ponto de vista social, os moradores daquele bairro devem ser transferidos por não haver condições de habitabilidade na Praia Nova.

Os moradores, por seu turno, justificam a sua estadia naquele bairro por estar próximo do centro da cidade,onde os seus negócios podem fluir com mais facilidade.

Comments

O COMITÉ Operativo de Emergência de Saúde Pública, em Sofala, reúne-se segunda-feira, na cidade da Beira, para, de entre outros pontos, debater a estratégia de materialização e monitoria do Decreto Presidencial número 11/2020 de 30 de Março, que institui o Estado de Emergência no país.

Um comunicado do comité chegado fim-de-semana à nossa Redacção, Delegação na Beira, indica que o encontro será orientado pela Secretária de Estado da província, Stella Zeca, devendo igualmente, avaliar o grau de cumprimento das decisões da última sessão, havida semana passada, e o ponto de situação da Covid-19 neste ponto do país.

Na sua primeira sessão realizada no passado dia 27 último, o órgão debruçou-se sobre os casos de quebra do regime de quarentena por parte de algumas pessoas que chegaram à província de Sofala vindas da África do Sul, tendo decidido que os visados deviam ser forçados a regressar imediatamente aos seus domicílios.

Na ocasião, a directora provincial de Saúde, Priscila Filimone, reconheceu que estas situações estavam a ocorrer com alguma frequência nacidade da Beira, tendo levado à intervenção conjunta das autoridades da Saúde, Policia de Protecção e Migração.

Comments

Osw sete indiciados de desvio de 9.791.111 meticais no dia 4 de Dezembro do ano passado, no Hospital Central da Beira (HCB), acabam de ser suspensos das suas funções, tendo-lhes sido instaurados os respectivos processos disciplinares.

O facto foi revelado sexta-feira ao “Notícias” pelo inspector-chefe na Direcção Provincial de Saúde em Sofala, Duarte Comissário. Segundo a fonte, a suspensão dos suspeitos é em resposta à orientação deixada nesse sentido pela secretária de Estado, Stella Zeca, na sua visita de trabalho, a primeira ao sector, realizada em finais de Fevereiro último.

Conforme apurou o “Notícias”, entre os suspeitos ora suspensos de todas as actividades consta o administrador do Hospital Central da Beira, Abú Júlio.

Comissário revelou que já está em curso, nesta unidade hospitalar, a audição dos funcionários visados.

Na sequência do processo disciplinar, uma equipa do Ministério da Saúde esteve recentemente na Beira, com o objectivo de recolher mais informações sobre o assunto, numa altura em que também decorre uma sindicância da Inspecção Geral das Finanças, através da sua delegação regional, visando determinar o envolvimento de cada um dos suspeitos.

Caso se prove, os visados serão demitidos ou expulsos do Estado, conforme as penas previstas no Estatuto Geral de Funcionários e Agentes do Estado.

Enquanto o caso criminal está sob alçada das autoridades da administração da justiça, a Inspecção e o Departamento dos Recursos Humanos da Direcção Provincial de Saúde têm feito o acompanhamento e monitoria dos procedimentos e prazos do processo disciplinar em curso.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction