Director: Júlio Manjate

O Conselho Municipal da Matola, na  província de Maputo, reitera a intensificação de tomada de medidas severas para as famílias que persistem em viver nas zonas propensas a inundações.

O facto foi avançado ontem, a jornalistas, pelo edil da Matola, Calisto Cossa, após ter visitado os bairros afectados pelas inundações, na sequência das chuvas torrenciais ocorridas no passado sábado naquela autarquia e na cidade de Maputo.

Com efeito, Cossa disse não fazer sentido que, anualmente, a edilidade tenha de assistir a mortes e destruição de bens devido a inundações que ocorrem nos mesmos locais.

“É preciso de facto que haja rigor por parte do Conselho Municipal. A população quando abandona um certo local, temos que desmantelar toda a benfeitoria que lá existe; isto é, se é uma casa que está a ocupar uma bacia, que é o caso, se o proprietário desta residência aceita sair, logo a seguir nós temos que tirar esta casa para não permitir que amanhã a mesma pessoa possa reocupá-la”, disse.

Cossa explicou que “já tivemos situações de atribuição de novos terrenos em novos bairros mais seguros, mas, infelizmente, temos também situações de pessoas de má-fé que entregam esses terrenos e retornam ao anterior lugar.”

Pelo menos quatro pessoas morreram este fim-de-semana na província de Maputo, nos distritos de Boane e Matola, devido às chuvas intensas que se registaram na região.

Duas das mortes foram causadas por descargas atmosféricas e as outras por arrastamento pelas águas pluviais e electrocução decorrente da queda de cabos de transporte de energia.

Estas mortes elevam para 16 o número total de mortes em resultado das chuvas intensas e ventos fortes na presente época chuvosa e ciclónica, que decorre desde Outubro último.

Grande parte das mortes teve como causa as descargas atmosféricas.

Esta  tendência, sobretudo na presente época chuvosa e ciclónica, motivou ao Instituto Nacional de Gestão das Calamidades (INGC) e parceiros a realizarem um estudo (já na fase conclusiva) para a disseminação de medidas de prevenção do cenário.

Na Matola, as chuvas inundaram mais de 600 casas em diversos bairros, com destaque para Machava-15, Fomento e Liberdade.

Entretanto, o INGC a nível da província de Maputo garante estarem a decorrer trabalhos para a abertura de centros transitórios para a acomodação das famílias afectadas, entre outras acções que visam minimizar o impacto das chuvas.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction