A ARGÉLIA sagrou-se, na noite de ontem, campeã africana de futebol, ao vencer na final o Senegal por 1-0, numa final disputada no Cairo, capital do Egipto.

Os argelinos voltam ao reinado do desporto-rei em África 29 anos depois. O último título tinha sido conquistado em 1990.

Oúnico golo da partida surgiu logo aos dois minutos, quando Baghdad Bounedjah “disparou”de fora da grande área, com a bola a ressaltar em Sali Sané e a trair o guarda-redes Rais M’Bolhi.

Nasegunda parte, aos 60minutos, o árbitro apitou penáltia favor do Senegal, por braço na bola de Guedioura. Mas,consultado o VAR e visionadas as imagens, o juiz voltou atrás na decisão, o que motivou forte protesto dos adeptos e jogadores senegaleses.

A Argélia acabou vencendoa partida valendo-se da eficácia, visto que concretizou um dos poucos lances de ataque, enquanto o Senegal, mais ofensivo, não teve a mesma pontaria,com o guarda-redes Bolhi a fazer algumas defesas decisivas. 

Este foi o quinto embate na história do CAN entre estes dois conjuntos, sendo que os anterioresdavam vantagem à Argélia, que havia vencido em três encontroseumempate. 

História partilhada à parte, o facto é que estejogo foi de tudo ou nada para os senegaleses, que já não chegavam a uma final do CAN há 17 anoseprocuravam conquistar o seu primeiro título na prova. As melhores posições já conseguidas pelos “Leões Teranga”, alcunha da selecção senegalesa, tinham sido o segundo lugar, em 2002, e o quarto, em 2006.

Enquanto isso, os argelinos procuravam o segundo troféu da sua história, depois de terem sido campeões em 1990. Nesta fase final do CAN, que decorreuna terra dos “faraós”, os argelinos tiveram melhor ataque, com um total de 13golos, o que espelha bem a força demonstrada no CAN. 

Em três finais da prova, os argelinos venceram duas. Além das conquistas de 1990 e deontem, a Argélia já tinha chegado à final da CAN em 1980, mas na altura perdeu o jogo decisivo por 3-0 com a Nigéria. Já o Senegal disputou a segunda final do seu historial e voltou a perder - a anterior tinha sido em 2002, quando foiderrotado pelos Camarões no desempate por grandes penalidades.

 

OSCAMPEÕES

 

O CAN disputou-se pela 32.ª vez. O Egipto continua a liderara lista dos países com mais títulos. São sete títulos: 1957, 1959, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010. O ex-campeão em título,Camarões,segue com cinco (1984, 1988, 2000, 2002 e 2017), uma a mais do que Gana (1963, 1965, 1978 e 1982).

A Nigéria possui três troféus (1980, 1994 e 2013), contra dois daCosta do Marfim (1992 e 2015) e República Democrática do Congo (1968 e 1974)e agora Argélia (1990 e 2019). Mais abaixo seguem as selecções da Etiópia (1962), Sudão (1970), Congo (1972)eMarrocos (1976). África do Sul (1996), Tunísia (2004) e Zâmbia (2012) com um título cada.

Comments

A POLÍCIA francesa deteve no domingo à noite 282 adeptos da selecção de futebol da Argélia, quegarantiu, no domingo, a presença na final doCAN-2019, ao vencer a Nigéria,alegadamente por se terem envolvidoem incidentes, em várias cidades, durante os festejos do 14 de Julho. Leia mais

Comments

DEPOIS de ter falhado o acesso ao grupo de elite (Grupo “A”), agora designado Campeonato do Mundo, a Selecção Nacional de hóquei em patins deu um passo para a conquista do “Intercontinental” (Grupo “B”) ao golear ontem a Austrália, por 23-3, em jogo dos quartos-de-final. Leia mais

Comments

EM dia de despedida do Mundial de Patinagem-Barcelona 2019, a Selecção Nacional de Hóquei em Patins fez a sua melhor exibição diante da Andorra, o adversário mais forte do grupo e onde grande parte dos jogadores evoluem na Catalunha. Por isso, a derrota, por 3-2, não espelha o que se passou dentro do campo. Leia mais

Comments

MARROCOS-Benin e Uganda-Senegal é a receita desta noite que marca o arranque da disputa dos oitavos-de-final do Campeonato Africanos das Nações (CAN-2019), que decorre no Egipto. O Marrocos-Benin tem início às 18:00 horas, no Estádio Al-Salma, no Cairo, sendo o segundo duelo entre estas duas formações numa fase final de um CAN. O primeiro aconteceu em 2004, no CAN organizado pela Tunísia, no qual os marroquinos venceram por esclarecedores 4-0, na fase de grupos. De lá para cá as duas formações não mais cruzaram caminho numa competição oficial. Leia mais

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction