Imprimir
Categoria: Desporto Internacional
Visualizações: 4540

Os “Mambas” chegaram ontem à cidade da Praia e logo foram fazer o treino oficial, único que realizaram na capital cabo-verdiana antes do jogo de logo à noite, referente à segunda jornada do Grupo “F” de qualificação ao CAN-2021.

A equipa nacional chegou em dois grupos. Aliás, desde Maputo até a Praia o grupo viajou sempre separado, com o grosso número dos atletas a chegar ao princípio da tarde, em contraste com os cinco atletas e preparador físico que desembarcaram ao amanhecer.

O jogo é de capital importância para as duas equipas, mas com Cabo-Verde a acusar pressão de ter que ganhar a qualquer custo por duas razões.

Primeiro porque na primeira jornada, os "Tubarões Azuis" arrancaram um precioso empate sem golos no terreno dos Camarões, enquanto Moçambique derrotava o Ruanda, por 2-0.

Segundo, porque este é o primeiro jogo que Cabo-Verde faz em casa e quer dar sequência ao bom arranque feito na passada quarta-feira, em Yaoundé.

Um misto de pressão e euforia que fez com que as autoridades governamentais de Cabo-Verde decretassem Tolerância de Ponto para a cidade da Praia, na Ilha de Santiago, onde vai decorrer o jogo.

Apesar de tudo, os “Mambas” estão aqui para ganhar.

A equipa vai ser ousada e disposta a jogar para ganhar, mas sem que tal signifique que não tomará os devidos cuidados estruturais que têm sido marca no consulado de Luís Gonçalves.

NARCISO NHACILA, NA CIDADE DA PRAIA

LEIA MAIS