Director: Lázaro Manhiça

MOÇAMBOLA-2021 arranca amanhã, às 15:30 horas, na cidade de Vilankulo, no norte da província de Inhambane. É o regresso da festa que tanta saudade e vazio deixou em 2020, ano em que a prova não aconteceu por conta da pandemia da Covid-19.

A Associação Desportiva de Vilankulo (ex-ENH FC) recebe o Ferroviário de Nacala na partida que marca a abertura, sem festa nem cerimónia pública, devido às medidas preventivas da pandemia viral.

No Campo Municipal de Vilankulo estarão duas equipas que lutam por uma manutenção tranquila na prova e que certamente quererão começar a odisseia a ganhar. É um jogo que se espera equilibrado num terreno em que a equipa da casa normalmente não facilita a vida dos visitantes. Em 2019, o Ferroviário de Nacala perdeu por 2-3 naquela cidade turística.

Entretanto, a prova prossegue no domingo, com a realização dos restantes jogos. O destaque vai para a recepção à União Desportiva do Songo pelo Ferroviário de Maputo, na Machava. É um duelo de gigantes e sérios candidatos ao título.

Onde há também duelo de gigantes é na Beira, onde o Ferroviário local recebe o Costa do Sol. Ambos são candidatos ao título, com os “canarinhos” na condição de campeões nacionais. Na Matola C, a Liga Desportiva de Maputo apadrinha a estreia absoluta do Ferroviário de Lichinga na prova.

O Desportivo de Maputo vai a Mocuba para apadrinhar outra estreia absoluta, a do Matchedje local. O baptismo da Black Bulls será feita em Nampula, pelo Ferroviário local, no Estádio 25 de Junho. O Incomáti recebe o Textáfrica. Todos os jogos têm início às 15:30 horas.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction