Director: Júlio Manjate

Depois de ontem ter treinado à porta fechada, a Selecção Nacional de Futebol cumpre às 10.00 horas desta manhã, no Estádio Nacional do Zimpeto, o último treino antes do jogo de amanhã diante do Ruanda, referente à primeira jornada do Grupo “F” de qualificação ao CAN-2021, cuja fase final terá lugar nos Camarões. LEIA MAIS

Comments

A cidade de Maputo vai acolher, pela primeira vez, no dia 30 de Novembro corrente, o primeiro torneio “beach polo” no país, uma competição disputada sobre o cavalo, a ter lugar na praia da Costa do Sol, na capital moçambicana.

Para tal, segundo o domingo, foram inscritas três equipas compostas por dois jogadores, cada.
A prova é organizada em coordenação com a Embaixada da Argentina e tem a finalidade de divulgar a prática desta modalidade e transformar as praias nacionais também em recintos para a prática do desporto artístico, por um lado, e promover o turismo moçambicano, por outro.
Moçambique não será representado no ecvento, uma vez que não tem praticantes desta modalidade, estando garantida a presença de praticantes da África do Sul, Angola, Argentina e Áustria.

Comments

O Maxaquene ainda sonha com a manutenção no Moçambola, depois de vencer, ontem em Maputo, no campo do Afrin, o Ferroviário da Beira, por 1-0. Porém, nem tudo depende de si, já que há outros concorrentes que também lutam pela permanência na prova máxima do futebol nacional. LEIA MAIS

Comments

O Ferroviário de Maputo pode igualar-se ao seu homónimo da Beira, no terceiro posto do Moçambola-2019, em caso de vitória sobre o “lanterna vermelha” Têxtil, esta tarde (15.30 horas), no Estádio da Machava, em partida atrasada da 27ª jornada.

Os “locomotivas” da capital estão a três pontos do Ferroviário da Beira (42), que, no fim-de-semana, recebeu e goleou o Baía de Pemba (4-1), que é também uma das equipas mais fracas do campeonato.

Os últimos resultados conseguidos pelo Têxtil nas últimas duas jornadas convidam o Ferroviário de Maputo a ter muitas precauções, numa altura em que os “fabris” da Manga não têm nada a perder uma vez já despromovidos da prova. Derrotaram o Ferroviário da Beira (1-0) em pleno “caldeirão” do Chiveve, antes de empatarem, em casa, com o Desportivo de Maputo (0-0).

A fechar a ronda, o Textáfrica recebe o Desportivo de Nacala, na Soalpo, em Chimoio, à busca de conforto. Os “fabris” do planalto somam 36 pontos, os mesmos que a Liga Desportiva e Desportivo, ambos de Maputo, e a ENH. E têm no seu encalço um grupo de equipas ameaçadas pela despromoção e só a vitória pode projectá-los para um lugar mais seguro na tabela classificativa. Mas a missão não lhes será facilitada pelos nacalenses (33 pontos), que, estando sobre a linha da água, correm o risco de se afundar. Aliás, estão igualados em pontos ao Incomáti, portanto, numa situação de maior desconforto da qual só a vitória pode lhe safar.    

Salientar que o líder da prova é o Costa do Sol, que contabiliza 57 pontos, menos seis que a União Desportiva de Songo, seu mais directo perseguidor. Os “canarinhos” têm menos um jogo e a UD Songo menos dois.  

Comments

O FERROVIÁRIO de Maputo apurou-se, ontem, para a final da Taça de Moçambique/TMCEL ao vencer o Textáfrica nos penaltes, por 4-3, em jogo da segunda “mão” das meias-finais realizado no campo da Soalpo, em Chimoio.

No final do tempo regulamentar e no prolongamento o jogo terminou empatado a uma bola, mesmo resultado verificado no encontro da primeira “mão”, no Estádio da Machava.

O Ferroviário a precisar de marcar, visto que estava em desvantagem na eliminatória entrou melhor, tendo inaugurado o marcador por Uche aos 11 minutos, mas aos 53, os “fabris do planalto” iriam empatar por intermédio de Osvaldo. O marcador não mais se alterou e o primeiro finalista teve que ser encontrado na lotaria dos penaltes. 

Esta será a décima primeira vez que os “locomotivas” estarão presentes na final da segunda mais importante competição do calendário futebolístico nacional, tendo vencido já por cinco vezes. Refira-se que a turma de Chimoio já esteve presente por três vezes na final.

Falta encontrar o segundo finalista que sairá do embate entre Liga Desportiva de Sofala e União Desportiva do Songo, sendo que os “hidroeléctricos” estão com pratricamente os dois pés na final, depois de na primeira “mão” terem vencido por expressivos 9-0. A partida se realiza na quarta-feira.

A UD Songo já conquistou a Taça por uma vez, em 2016, tendo igualmente saído derrotado numa final em 2017.

O Costa do Sol, já eliminado, é o actual detentor do título.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction