O DIRECTOR editorial do Desafio, Almiro Santos, encara o “Prémio Desafio”, cuja segunda edição foi lançada ontem, em Maputo, como um incentivo ao atleta, o fazedor do espectáculo, a produzir ainda mais no Campeonato Nacional de Futebol, o Moçambola, o que valoriza não só ao protagonista, mas também a prova em si. Leia mais

Comments

A SELECÇÃO Nacional de vólei de praia em seniores masculinos apurou-se ontem para o Campeonato do Mundo, ao bater nos quartos-de-final do “Africano” a sua similar da Nigéria por 2-0, com os parciais de 21-16 e 21-15. Leia mais

Comments

O PORTO abre a 31.ª jornada da Liga Portuguesa esta noite (21.30 horas) frente ao Rio Ave. Os “dragões”, que na última ronda bateram em casa o Santa Clara por 1-0, vão tentar chegar ao sétimo triunfo seguido na I Liga. O Porto está empatado com o Benfica no topo da classificação com 75 pontos, embora os “encarnados” tenham vantagem no confronto directo. Leia mais

Comments

Foi com uma vitória alcançada pelo actual campeão dos 75kg, Augusto Mathule, e duas derrotas que Moçambique iniciou, ontem, a defesa do título de campeão absoluto da Zona IV em boxe, que se disputa desde ontem na capital do Botswana, Gaborone.

No início da defesa do título, Guto foi bastante inteligente no controlo do seu combate. Conseguiu, ao contrário dos primeiros a entrar em acção, gerir esforço atacando com certeza e sem precipitação e desta forma conseguiu impor um triunfo ante Sofiso Ngwenya, do Reino de e-Swatini.

Assim, minimizou o arranque que se mostrava preocupante depois de duas derrotas. Na abertura nem o single “Amor não fiz nada” de Mr. Bow, rodado antes do combate, foi suficiente para incentivar o ainda inexperiente moçambicano Yassine Nordine que perdeu (4-1) nos 46-49kg ante o anfitrião Kobamelo Molathegi. O moçambicano teve dificuldades típicas de quem saiu de Maputo sem ritmo aliado à falta de experiência para aguentar a pressão do barulhento público da casa.

O segundo moçambicano a entrar em cena, Uache António, perdeu pelo mesmo resultado (4-1) também diante de um atleta do Botswana, George Molwantwa, na categoria dos 56kg.

Foi um combate em que o capitão da selecção nacional, medalha de bronze em Maputo, entrou melhor e até dominou nalgum momento mas não conseguiu gerir esforço e como se não bastasse a arbitragem tendenciosa entrou em cena impondo um estranho 4-1.

No geral, o primeiro dia de competição foi de domínio repartido pelo país anfitriã, Botswana, e África do Sul, ambos com dois triunfos. Entretanto, no Zona IV, que iniciou com a realização da cerimónia de abertura, participam pouco menos de 100 pugilistas em representação de Moçambique, Botswana, África do Sul, Lesotho, Zâmbia, Angola, e-Swatini, Zimbabwe, Seychelles e Somália. Dois (Namíbia e Malawi) dos 12 paises esperados não marcam presença no certame que terá seu epílogo sábado a noite.

 

HOJE TEMOS QUATRO SUL-AFRICANOS NO CAMINHO

Para hoje, segundo dia do evento, está prevista a entrada em cena do boxe feminino, com Moçambique a ter três atletas na primeira eliminatória de acesso às meias-finais que se disputam amanhã. Curiosamente as três moçambicanas defrontam na estreia adversárias sul-africanas. A primeira a entrar em cena será a campeã da categoria dos 69kg, Alcinda Panguana, que terá pela frente Sinovoyu Gogina para a categoria de 66-69kg. O sétimo combate da tarde de hoje colocará outra moçambicana no ringue. Trata-se de Isabel Mulungo que defrontará Zanele Kebeni para a categoria dos 57-60kg. Após este combate entra em cena a actual campeã regional dos 69-75kg, Rady Gramane que enfrentará uma velha conhecida, a sul-africana Mkateko Sitole. O quarto cruzamento com sul-africanos será protagonizado pelo olímpico Juliano Máquina, desta feita em masculino. O atleta que não participou na edição de Maputo enfreta Sibusiso Mazibuko numa das duas eliminatórias dos 52kg previstas para esta tarde. Entretanto, o último combate da noite será disputado em português com o moçambicano Carlos Alberto Macamba a ter pela frente o angolano Afonso Goma para a categoria dos 69kg. ADD-1 Trabalhar para melhores resultados no futuro Yassine Nordine, pugilista dos 46-49kg "Senti algumas dificuldades durante o combate talvez pela falta de experiência, tendo em conta que é a primeira vez que disputo prova desta envergadura. Mas no geral há que reconhecer a superioridade do adversário e fazer deste resultado fonte de inspiração para trabalhar mais com vista a obter melhores resultados no futuro".

AUGUSTO MATHUEL - Continuar focado para alcançar o pódio

"Era minha obrigação salvar a equipa tendo em conta que os meus colegas iniciaram com derrotas no último combate de Moçambique e desta forma passei para a outra fase. Prometo continuar a trabalhar até alcançar o pódio, pois é este o meu objectivo. Incentivar e dar parabéns aos outros colegas. O clima e o pavilhão fechado dificultou a missão, mas consegui o objectivo inicial".

ATANÁSIO ZANDAMELA, em Gaberone

Comments

AS selecções nacionais de vólei de praia, em masculinos e femininos, apuraram-se ontem para os quartos-de-final do “Africano” que se disputa em Abuja, na Nigéria. A equipa masculina (Aldevino Nuvunga/Délcio Soares),após ter ganho no primeiro dia dacompetição, terça-feira, àZâmbia eaoSudão, teve um segundo dia agridoce com uma derrota ante África do Sul (2-0) e uma vitória sobre a Gâmbia (2-0). Foi justamente o triunfo frente aos gambianos que ditou o apuramento para os “quartos” na condição de segundo classificado do Grupo “B”. Leia mais

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction